Quarta-Feira, 17 de Janeiro de 2018
STF parece " Papai Noel ", só que para mafiosos
STF minimiza penas de prisão para corruptos e mafiosos e dá uma de " Papai Noel " ao avesso
14/12/2017 | 18:23
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O Supremo Tribunal Federal (STF), vem demonstrando clara identidade de possuir dentro do colegiado um lastro de ministros que mais parece uma espécie de "Papai Noel ". É que em plena véspera de Natal e Ano Novo, a concessão de redução de penas carcerárias para muitos corruptos e mafiosos e ainda concessão de liberdade; como foi o caso do ministro Gilmar Mendes em dar habeas corpus ao empresário mafioso e corrupto do setor de transportes do estado do Rio de Janeiro Jacob Barata Filho, evitando por três ocasiões em menos de seis meses deste ano; para que houvesse a permanência de Barata na cadeia.

 

Decisão esta de prisão determinada pela Justiça da 7a. Vara Criminal Federal do Rio de Janeiro. Isto infelizmente mostra dentre outras decisões favoráveis para vários mafiosos que comprovadamente cometeram crimes de corrupção; lavagem de dinheiro; formação de quadrilhas, dentre outros crimes que prejudicaram em muito a sociedade brasileira; com que o STF diante destas facilidades absurdas no âmbito do poder decisório e muitas vezes monocráticas do Supremo Tribunal Federal (STF); estabeleça um perfil nada favorável na ação de combate a corrupção no Brasil.

 

Pelo contrário, faz com que tanto o STF como até o STJ que demora em muito dar pareceres determinantes e agilizados nos trabalhos de julgamentos de ações contra mafiosos e corruptos - sendo alguns até já tiveram benefício graças ao fato de prescrever o período e assim ficar livre de irem parar na prisão. Quando mais o Brasil deveria avançar no combate a corrupção, pelo contrário. Há uma espécie de estratégia dentro do sistema do Judiciário deste país, cujo objetivo estranhamente visa beneficiar muitos corruptos e mafiosos que praticaram desvios bilionários dos cofres públicos deste país - dinheiro do povo brasileiro e que está fazendo enorme falta em áreas da Saúde; Segurança Pública; Infra estrutura; Educação; Habitação; geração de Emprego e Renda e assim por diante.

 

É chegado instante tanto do STF quanto do STJ e da própria Procuradoria Geral da República (PGR), propiciar ao Brasil e ao povo deste país, uma sólida demonstração eficaz; transparente e mais responsável sobre o combate a corrupção; aos corruptos e corruptores. Pois, esperar que a classe política propicie este combate contra a corrupção, é ledo engano. Pelo contrário: basta ver a síndrome da corrupção instalada no meio da classe política deste país. Há de ressaltar, que felizmente existem cidadãos tanto dentro o STF; STJ;PGR e no meio político brasileiro que luta por um país melhor com Justiça Social e plena cidadania.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar