Domingo, 19 de Maio de 2019
Pontes em Florianópolis (SC), agonizam e sob riscos de ruírem e isolar a Ilha da Magia
Pontes Colombo M. Salles e Pedro Ivo Campos sob riscos de ruírem caso não haja manutenção e a Hercílio Luz consumiu quase R$ 1 bilhão e continua com obras estagnadas
25/06/2018 | 15:44
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

As pontes que interligam a Ilha- Continente em Florianópolis (SC), há anos não recebem manutenção e a cada dia que passa os riscos só vão aumentando e termos de ruírem diante da série de fissuras nas bases e o comprometimento das estruturas de ferros corroídos existentes.

 

O tráfego sobre as pontes Colombo Machado Salles e da Pedro Ivo Campos aumentam de forma que estes riscos vão ficando cada vez maiores e podendo chegar a ruírem caso não haja uma rápida intervenção quanto à manutenção e recuperação destas pontes que há anos não recebem nenhum tipo de providências para solucionar graves problemas nas estruturas.

 

E a ponte Hercílio Luz que já consumiu quase R$ 1 bilhão de recursos financeiros para recuperação, sequer alcançou a conclusão destas obras. O governador Raimundo Colombo (PSD), que deixou o cargo em abril deste ano para seu sucessor, o vice que assumiu o Executivo Estadual Eduardo Pinho Moreira (MDB), aliado político de longos anos; propagou que a ponte Hercílio Luz seria entregue em dezembro deste ano.


Colombo (PSD), afirmara que entregaria Ponte Hercílio Luz em dezembro deste ano de 2018. Mais uma das mentiras

Uma das diversas mentiras mencionadas pelo agora ex-governador Raimundo Colombo (PSD), o "Ovo" na Operação Lava Jato, e que deixou um verdadeiro pepino administrativo para o aliado político Pinho Moreira que além de não haver data para conclusão destas obras na ponte Hercílio Luz, deixou um legado de dívida bilionária do governo do Estado que num primeiro levantamento financeiro chega na ordem de mais de R$ 1,5 bilhão, mas que pode ultrapassar dezenas de bilhões.

 

Basta apenas aprofundar as análises das contas públicas e ou realizar uma auditoria nas contas não somente do governo de Colombo (PSD), porém desde ex-governadores do Estado de Santa Catarina e que foram sendo deixadas de forma sucessivas para seus futuros representantes.

 

A situação financeira do governo de Santa Catarina é caótica e isto demonstra a incapacidade técnica, política -administrativa de gestores que assumiram o governo de SC e agora, mostra à sociedade o verdadeiro retrato desta incompetência. Aliás, Raimundo Colombo (PSD), bem poucos anos atrás dizia aos quatro ventos que não havia crise. E agora ?

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar