Sábado, 17 de Novembro de 2018
Operação da PF " Furna da Onça " - Bicho está pegando contra a máfia no Rio de Janeiro
Quadrilha desmantelada na Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro e no DETRAN, faz PF e MPF levar para a prisão 10 deputados e mais um bando
08/11/2018 | 18:19
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

A Polícia Federal (PF) e o Ministério Público Federal (MPF), desmantelou mais uma grande quadrilha no Estado do Rio de Janeiro e desta vez foram parar na prisão 10 deputados estaduais e mais um bando que atuavam em esquemas criminosos no DETRAN do Rio de Janeiro.

 

Na quinta-feira (8), foi deflagrada pela PF e pelo MPF a Operação " Furna da Onça ". Ou seja, o bicho literalmente está pegando e levando para a prisão uma enormidade de políticos e comparsas aliados e em conluio desviando milhões de reais dos cofres públicos, seja em forma de superfaturamento; propinas e outros ato ilícitos como ficou apontado nas investigações realizadas pela Polícia Federal e Ministério Público Federal no Rio de Janeiro.

 

Oesquema da quadrilha articulada pelo ex-governador , o mafioso e um dos principais líderes do MDB no Rio de Janeiro Sérgio Cabral e também do atual governador Pezão (MDB). Calcula-se por enquanto desvios na ordem de R% 54 milhões neste esquema da quadrilha.

 

Foram parar na prisão os seguintes deputados no Rio de Janeiro:

Foram presos nesta operação " Furna da Onça " os deputados André Correa ( DEM ); Edson Albertassi (MB), que já está custodiado no presídio de Bangu; Chiquinho da Mangueira (PSC); Coronel Jairo (MDB); Jorge Picciani (MDB) que também está preso em regime de prisão domiciliar; Luiz Martins (PDT); Marcelo Simão (PP); Marcos Vinicius , o Neskau, do PTB; Marcos Abrahão ( Avante) e que segundo as investigações da PF e do MPF, empregara a amante num cargo comissionado na Fundação de Apoio à Escola Técnica (FRETEC); além de preso ainda o deputado estadual Paulo Melo (MDB).

 

O esquema da quadrilha tinha o chamado "mensalinho " em que dinheiro era repassado mensalmente sob determinação do ex-governador Sérgio Cabral e de Pezão (MDB), segundo as investigações realizadas pela Polícia Federal e MPF. Além desta quadrilha, também foram determinadas a prisão nesta operação " Furna da Onça ", do presidente do DETRAN no Rio de Janeiro Leonardo Silva Jacob e se antecessor Vinícius Farah, recém eleito deputado federal pelo MDB. Os dois não haviam sido ainda localizados pela PF. Outros seis assessores na Assembleia Legislativa do estado do Rio de Janeiro- Alerj, também foram presos nesta operação " Furna da Onça ".

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar