Terça-Feira, 20 de Agosto de 2019
The Intercept Brasil divulga diálogos comprometedores entre procuradores da Lava Jato
Repercute diálogos vazados por um hacker e divulgados pelo site The Intercept Brasil entre procuradores da Lava jato
10/06/2019 | 23:40
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Diálogos entre procuradores de Justiça que atuam na Operação Lava Jato foram divulgados pelo site The Intercept Brasil e com fonte provável de um hacker onde mostra um possível complô jurídico visando a prisão do ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e desta forma impedí -lo de disputar as eleições presidenciais de 2018 e que resultou na vitória de Jair Bolsonaro (PSL).

 

Denúncias realizadas pelo site The Intercept Brasil mostram conversas entre procuradores da República que atuam na Operação Lava Jato, especialmente entre o agora ministro da Justiça Sérgio Moro ( que atuou na Operação Lava Jato), e o coordenador desta Operação investigatória Daltan Dallagnol. A Operação Lava Jato investiga crimes diversos como de lavagem de dinheiro; organização criminosa; corrupção ativa e passiva, dentre outros atos ilícitos e que já levou à prisão dezenas de políticos; doleiros; empresários e agentes públicos envolvidos em desvios bilionários de recursos financeiros públicos dentro e fora do Brasil.

 

A Operação Lava Jato deverá realizar ainda neste ano outras novas fases - cerca de 14 novas fases investigatórias e que estão em curso a fim de levar para a prisão vários mafiosos e corruptos que roubaram milhões dos cofres públicos no país. Segundo o ministro da Justiça Sérgio Moro, a invasão à privacidade é um ato criminoso e que não deslumbrou nenhuma anormalidade relativa aos trabalhos relacionados à Operação Lava jato. A invasão aos aplicativos e acesso a identidade e arquivos privados colocam em risco as investigações em andamento e risco também à segurança de equipes que atuam nesta operação Lava jato.

 

Moro destacou que os trabalhos investigatórios vão continuar fortalecidos no combate ao crime organizado e combate a corrupção no país e que há legitimidade plena da atuação destas equipes e confiança pública.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar