Segunda-Feira, 21 de Outubro de 2019
CPI da Ponte Hercílio Luz pode virar grande pizza. Mais de $ 1 bilhão e 200 milhões para velha ponte sendo investigados
CPI da Ponte Hercílio Luz, em Florianópolis (SC) - Uma pizza prestes a ser servida onde rombo ultrapassa centenas de milhões
06/10/2019 | 21:43
Postado por: Destaque Catarina
A- A+
Uma Comissão Parlamentar de Inquérito - CPI instalada no início deste ano na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina- Alesc, está prestes a virar uma espécie de "pizza ". A Comissão visa descobrir como uma obra de restauração que levou mais de 30 anos para ser prestes a concluir; consumiu centenas de milhões de reais. Estima-se que mais de R$ 1 bilhão e 200 milhões foram destinados para a restauração - isto mesmo: restauração da velha ponte Hercílio Luz que liga o Continente a Ilha de Florianópolis (SC). 
 
 
O deputado estadual Marcos Vieira (PSDB) é o presidente desta CPI que tem como relator o deputado estadual Bruno  Souza ( sem partido ). O objetivo da CPI da Ponte Hercílio Luz é investigar supostas irregularidades nesta obra de recuperação, restauração. Nesta última fase das obras na Ponte Hercílio Luz foram investidos R$ 358 milhões. Há suspeitas de inúmeras irregularidades e que estão sendo investigadas pela CPI.
 
 
Como existem recursos federais investidos nesta obra da Ponte Hercílio Luz é bem provável haver investigações também por parte da Polícia Federal (PF)  e do Ministério Público Federal (MPF). Nesta fase que está prestes a conclusão desta CPI da Ponte Hercílio Luz, ocorrem as últimas oitivas - as mais contundentes sendo prestados em depoimentos à CPI.
 
 
Ponto Hercílio Luz - Prazo de conclusão da CPI já venceu e falta leitura do relatório final
 
O prazo inicial de conclusão destas investigações por parte desta CPI na Alesc era de 120 dias. Venceu e foi prorrogada por mais outros 120 dias que vencera no dia 13 de setembro último e segundo informações; mais 30 dias foi concedido para conclusão do relatório final desta CPI da Ponte Hercílio Luz e que deverá ser, portanto, lida publicamente numa das sessões da Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina- Alesc, provavelmente no decorrer de novembro próximo - véspera da reinauguração da Ponte Hercílio Luz. Isto é: quase 60 dias após o prazo inicial de 30 dias para leitura deste relatório final.
 
 
Há cheiro de "pizza " nesta CPI da Ponte Hercílio Luz.  Mas, ampliando o leque de investigações além do perímetro tão somente por parte desta comissão na Alesc, buscando aprofundar resgate de documentações junto aos órgãos estaduais responsáveis pelas obras de restauração, além de documentos junto ao Tribunal de Contas do estado de Santa Catarina - TCE/SC, editais relacionados às obras; aferimentos junto ao projeto e também averiguações de preços de materiais e serviços relacionados às obras ao longo deste período; se é possível aprofundar e muito o que de fato foi aplicado de forma justa sem comprometer altos investimentos públicos nesta obra. O valor se comprovado em mais de R$ 1 bilhão e 200 milhões poderia construir no mínimo duas pontes interligando a Ilha - Continente.
Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar