Sábado, 23 de Janeiro de 2021
Covid- 19 continua agravando-se a cada dia. Em SC, a situação é preocupante com a chegada da temporada de verão
19/12/2020 | 10:09
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O aumento do número de contágios pelo novo coronavírus Covid-19 em Santa Catarina vem preocupando não somente autoridades ligadas na área da saúde, porém, grande maioria da população - daqueles que realmente estão sintonizados com os cuidados protocolares de prevenção a Covid-19. Santa Catarina que menos de 15 dias atrás registrava menos de 4.000 mil óbitos já chega perto de 5.000 mil mortes pela doença. O estado de Santa Catarina chega próximo de 450.000 mil casos da Covid-19 com 416.403 recuperados sendo que houve 4.598 mortes ( registro realizado até quinta-feira,17). No Brasil, são mais de 7.110.434 casos da Covid-19 com 184.827 mil óbitos pela Covid-19.

 

Diariamente tem ocorrido no Brasil a morte de quase mil pessoas devido a doença infectocontagiosa do novo coronavírus Covid-19. E com a chegada da temporada de Verão, principalmente para cidades litorâneas e que possuem balneabilidade e atraem milhares de pessoas nesta época do ano; aumentam consideravelmente as preocupações devido aos maiores riscos de contágios da Covid-19. As recomendações de muitos especialistas da área da saúde são para que as pessoas evitem aglomerações e que utilizem a máscara de proteção ao vírus da Covid-19, bem como; se puderem evitar deslocamentos para áreas que podem ocorrer maior concentração pública; possam evitar neste momento de maior intensidade de contágio do novo coronavírus Covid-19.

 

Autoridades argentinas têm orientado a população argentina para que evitem viagens para praias do Brasil neste verão. Alertam para a falta de vagas de leitos em hospitais, principalmente vagas de leitos de UTIs e CTIs, bem como; riscos de falta até medicamentos e equipamentos como dos respiradores pulmonares. Aliás, fato que já foram registrado no Brasil ao longo desta pandemia da Covid-19. Nesta semana, no Rio de Janeiro, a atriz da Globo Christina Rodrigues, morreu devido ter que esperar por vários dias por uma vaga de leito de CTI.

 

Christina Rodrigues, morreu na quarta-feira (16). Ela estava internada numa unidade de Pronto Socorro (UPA), na Barra da Tijuca, mas infelizmente por irresponsabilidades governamentais do Rio de Janeiro, (RJ), que não oferecem maior número de leitos de UTIs para atendimento à pacientes portadores da Covisd-19 e que como consequência; muitos destes pacientes acabem morrendo antes de receber o atendimento adequado. Foi outro caso semelhante que ocorreu com um estudante de Direito em Santa Catarina. O jovem estudante acabou morrendo no dia 15 de julho em Florianópolis (SC); após 23 dias internado no Hospital Florianópolis, mas que por falta de medicamento de bloqueadores neuromusculares utilizados para casos de necessidade de intubação de pacientes em estado grave e como precisava este estudante devido à falta de medicação adequada, acabou indo a óbito. O caso está sendo investigado pela Justiça de Santa Catarina. Houve, inclusive pedido para transferência de unidade hospitalar, mas que segundo informações acabou não acontecendo.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2021 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar