Terça-Feira, 11 de Dezembro de 2018
Eleições 2018 - Troca de partidos. Cuidado com as velhas raposas !
Por Agnaldo Godoy
01/03/2018 | 9:42
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Eleições 2018 chegando. E para muitos mafiosos políticos ainda respondendo processos por corrupção; lavagem de dinheiro; formação de quadrilha e conluio; vão tentar até o último instante no âmbito da legislação eleitoral disputar a eleição deste ano. E exemplos disto estão por aí em todo o país; em praticamente quase todos os partidos políticos - a maioria deles atolados neste vergonhoso e caudaloso mar de corrupção no Brasil.

 

E pior de tudo é ver que muitas destas velhas raposas, experientes em assaltarem cofres públicos e de pelo menos apoiarem outros igualmente corruptos dentro de seus próprios partidos almejarem querer concorrer nas eleições de outubro deste ano. Já é comum perceber para muitos destes políticos com ligações suspeitas em práticas ilícitas e que poderão concorrer nestas eleições deste ano; argumentarem publicamente que estão trocando de partido ou siglas partidária como assim se denominam; dizendo que é mais confortável estar em outro partido para concorrer do que permanecer no atual partido onde está e que já está desgastado pelos envolvimentos em escândalos como aos de tantos que foram revelados pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal. 

 

Lembrando muitas das recentes operações investigatórias tais como do mensalão; Zelotes; Correios; Banco do Brasil; BNDES; Caixa Econômica Federal; Fundos de Pensões e Lava Jato fora as demais investigações realizadas pela PF e MPF no combate a corrupção no Brasil, em cujas investigações envolvem centenas de políticos; empresários; dentre corruptos envolvidos e que atuam em outros setores da sociedade civil organizada e que hoje respondem processos na Justiça Federal. Portanto: caberá ao eleitor ficar muito atento quanto a estas novas mobilizações políticas em torno de mudanças de siglas partidárias e de coligações partidárias.

 

Afinal: o que sempre e ainda se vê no Brasil sem uma reforma política é do jeito que está somente favorece à máfia que elaborou este modelo perverso de sistema político e partidário no país em que raramente uma sigla partidária expulsa algum corrupto e pior: buscam dar cobertura estratégicas visando manter mafiosos a fim de continuarem praticando as mesmas e velhas práticas de esvaziarem os cofres públicos em todo o país.

 

Digo isto para àquelas velhas raposas que estão envolvidas em corrupção, mas que de certa forma ainda atuam politicamente com um poder de influência significativa para o grupo mafioso pelo qual estão associados. Estar alerta permanentemente é fundamental para evitar que as velhas raposas continuem saqueando os cofres públicos deste país. Afinal, dinheiro público está faltando em todas as áreas: Saúde; Segurança Pública; Educação; Infraestrutura; Saneamento Básico; Cultura, Esporte e Lazer; Geração de Emprego e Renda; Habitação, etc.

 

Mas, sobram recursos para os abnegados obterem desde auxílios-moradia; auxílios-educação; auxílios- saúde e aposentadorias como aos que muitos ex-governadores recebem. Isto sem contar altos salários; auxílios-extras e outras benesses pagas com dinheiro público. E sem contar o que se vê constantemente sendo descobertos pelas investigações da PF e do MPF relacionadas às propinas milionárias e que atingem cifras bilionárias. Coisa que infelizmente já vem desde há muitas décadas e que somente agora está fazendo com que velhas raposas comecem refletir sobre as práticas nada convenientes e nada justas para com a sociedade brasileira.

 

Cabe a cada eleitor estar atento e as eleições de outubro deste ano será extremamente relevante desde que é obvio: se renova o máximo possível e escolhendo representantes e projetos capazes de pelo menos não repetir o que até agora se vê sendo praticado no país em termos de falta de ética, respeito com os interesses da coletividade.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar