Segunda-Feira, 18 de Junho de 2018
Brasil - um país em que a máfia possui aliados e simpatizantes não pode dar certo nunca !
Por Agnaldo Godoy
08/04/2018 | 0:24
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

A prisão de vários mafiosos durante as mais diversas operações realizadas nestes últimos anos no Brasil; mostra a evidência de como a corrupção endêmica permeia os mais diversos setores da sociedade. Vai desde o meio político-administrativo passando pelo Legislativo e até o Judiciário onde muitos fatos marcantes nortearam à sociedade deste país e ao resto do mundo como o Brasil concentra ações criminosas por quadrilhas que se especializaram e construíram estruturas e aparelhamento dentro e fora do Estado Constitucional em si.

 

Por todo o país a corrupção por longos anos foi exaurindo esperanças de uma Nação, especialmente daqueles cidadãos menos favorecidos pela sorte; desempregados ( que são mais de 15 milhões); de outros muitos milhões vivendo sob subemprego e com renda que vai menos do que um salário mínimo ou pouquinho mais. Ao contrário, mafiosos e corruptos aos bandos espalhados e infiltrados desde partidos políticos; prefeituras; câmaras municipais; governos estaduais; tribunais de contas estaduais; empresas mistas de governos estaduais e federal; enfim; em praticamente todos estes setores em conluio com aqueles agentes corruptos atuando dentro do Judiciário e que servem de suporte de apoio e proteção a fim de livrar muitos destes criminosos que por longos anos roubaram bilhões dos cofres públicos deste país.

 

Portanto, o Brasil onde a máfia e quadrilhas além de praticarem ações de saques milionários dos cofres públicos; buscaram há décadas construírem especialmente no Legislativo Federal, aprovação de leis que visam em sua maioria proteger-se a si próprios destas ações criminosas.São vários exemplos que vão desde ao fato de o Brasil contar com privilégios de aposentadorias vitalícias para ex-governadores; auxílios-moradias absurdos; foro privilegiado para milhares de agentes públicos e políticos; enfim, legislação que favorece criminosos que chegam a ganhar prescrição de crimes como de corrupção ativa e passiva; lavagem de dinheiro; estupros; latrocínios; etc. O Brasil que vivencia situações em que as prisões de corruptos levam fanáticos e simpatizantes destes mesmos ladrões do dinheiro público à sair nas ruas e praças públicas manifestando solidariedade.

 

Algo que nunca se viu frente aos milhares de hospitais e unidades de saúde em bairros pobres do país; algum tipo destas manifestações solidárias aos milhões de pacientes que enfrentam as maiores dificuldades na busca de um tratamento à saúde. Milhares de pessoas sem assistência digna na saúde morrem por dia neste país. Tudo isto diante da falta de investimentos na saúde, pois quadrilhas de políticos saquearam os cofres públicos.

 

Não se vê no Brasil a população saindo às ruas para exigir mais emprego e renda financeira digna salarial; não se vê no Brasil manifestações frente a prefeituras onde prefeitos corruptos e mafiosos agiram saqueando os cofres públicos e desta forma não se vê também manifestações populares diante de um Congresso Nacional em que mais de 70% dos políticos ali instalados respondem algum tipo de processo na Justiça por práticas de corrupção; lavagem de dinheiro e formação de quadrilha. São raras estas manifestações que visem recompor este país afundado em crise política; econômica e social.

 

Mas, ao contrário, se vê alguns aliados de mafiosos e corruptos promoverem pichações em prédios públicos e também em propriedades privadas. Foi no caso desta semana no prédio em Belo Horizonte (MG), pertencente a ministra do Supremo Tribunal Federal (STF, ministra Cármem Lúcia, a qual dignamente votou pela prisão do mafioso e corrupto ex-presidente da República Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Aliás, que tem aliados e muitos deles maioria de políticos da chamada base aliada de seu governo e de Dilma Rousseff, ambos do PT; além de Michel Temer (MDB), outro igualmente corrupto e mafioso com processo tramitando na Justiça Federal. Portanto, a máfia, os corruptos possuem também seus simpatizantes e é por isto que o Brasil encontra-se onde está. Isto é: nesta crise sem precedentes na história desta Nação.

 

Saí ? Sim, existe. Basta cada cidadão de bem comprometido com o presente e o futuro do Brasil, preocupado com as novas gerações, possa estabelecer já em pleno ano eleitoral uma maior e mais severa análise, observação especialmente da classe política. Ver quem é aliado de quem. Ver quem produziu o quê no mandato. Ver como atuava antes de um governo federal e depois quando este mesmo governo começou atuar e ver se tal político antes era ou não aliado e se mudou de posição neste período.

 

Afinal, os interesses maiores e primordiais de uma gama de políticos carreiristas tem sido unicamente privilegiar seus próprios interesses, pois os interesses da grande maioria da população não os interessa. Basta ver como andam obras públicas em todo o país. Muito projetos sequer foram iniciados, mas antes de uma eleição foi prometido. Milhares de projetos que chegaram a ter início nunca alcançou o final. Outros tantos mesmo completados a obra, sequer tiveram iniciados os serviços para atender a demanda da população.

 

E assim, sucede casos emblemáticos de dinheiro público que sai em forma de superfaturamentos milionários em obras públicas; aditivos milionários para muitas destas obras; consultoria milionárias suspeitas de irregularidades; superfaturamento de serviços e obras públicas; e muitos outros meios criminosos com que ladrões do colarinho branco acabam metendo a mão e engordando suas contas milionárias nos paraísos fiscais e utilizando laranjas para esconder patrimônio adquirido com dinheiro roubado do povo deste país chamado Brasil.

 

Com a prisão do mafioso e corrupto Lula (PT), abre-se caminho para futuramente a Justiça Federal colocar na prisão outros corruptos como Michel Temer (PMDB); Aécio Neves (PSDB); Geraldo Alkmin e José Serra (PSDB); vários deputados federais e senadores envolvidos em corrupção; muitos ex e atuais ministros corruptos com processos na Justiça Federal; dentre muitos outras figuras políticas como de muitos governadores que estão com processos tramitando no Supremo Tribunal Federal (STJ). Processos estes por crimes de caixa dois de campanhas políticas e corrupção.

 

A faxina com que a Justiça Federal fez dentro do PT desde o escândalo do Mensalão; Caso dos Correios; Caso Zelotes; Caso BNDES; Caso Petrobras (leia-se Lava Jato); caso do escândalo do banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal (CEF); Caso dos Fundos de Pensões, dentre outras investigações realizadas pela Polícia Federal (PF) e pelo Ministério Público Federal (MPF), além do Gaeco em vários estados deste país; dá exemplo de que esta faxina contra a corrupção terá que evoluir daqui em diante além do PT; junto ao PSDB; MDB ( antigo PMDB); PP; PSB; PTB; PR;PDT;PSOL;PCdoB; DEM; PSD e muitas outras siglas que tiveram registros de casos de políticos com que a Justiça e a Polícia Federal chegaram a iniciar alguma espécie de investigação de políticos destas siglas envolvidos em corrupção ou outro tipo de crime quaisquer e que merece ser apurado e concluído processos na Justiça Federal. Aliás: estranhamente pouco se viu registrado algum político corrupto ser expulso de alguma siglas partidária. Afinal, uma só empresa, a JBS em delação premiada à Justiça Federal assegurou ter liberado dinheiro em forma de caixa dois de campanha política para mais de 1.820 políticos. Isto sem contar outras centenas por parte da empreiteira Odebrecht, OAS; Mendes Junior; Andrade Gutierrez e muitas outras.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar