Sexta-feira, 22 de Junho de 2018
Brasil é o que é devido à muitos corruptos que votam na máfia que esvazia cofres públicos
16/04/2018 | 8:47
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Não poderia realmente ser diferente nunca na história de um país como o Brasil. Basta destacar ao longo de décadas que este país vem sofrendo saques bilionários por quadrilhas especializadas e que nunca querem deixar de estar novamente presentes nas eleições, sejam elas municipais, estaduais ou federal.

 

Os escândalos um atrás do outro mostrando o quanto é elevado o volume de dinheiro saqueado dos cofres públicos em todo o país; além da quantidade de ladrões - maioria deles políticos em conluio com outras pessoas igualmente corruptas e mafiosas atuando nos mais diversos segmentos da sociedade desorganizada deste país; mostra assim a gravidade com que milhões de cidadãos estão sofrendo ou por falta de emprego e renda; melhores salários e ou por falta de atendimento digno na saúde, educação; falta de acesso à cultura e por aí afora.

 

Portanto; o Brasil é o que é desde há muitos anos um país onde milhões de eleitores ignorantes por natureza e ou por convicção voluntária em votar em corruptos e mafiosos a fim de troca de favores como foi por muitas décadas neste país; uma espécie de moeda de troca a cada eleição.

 

E o resultado disto está aí por todo o país: agravou-se a situação na segurança pública; nas áreas da Educação; Saúde e falta de infraestruturas em praticamente todas as áreas produtivas do Brasil. Mafiosos por longos anos praticaram os saques bilionários dos cofres públicos- dinheiro do povo brasileiro e construíram um poder paralelo dentro das próprias instituições: Legislativos; Executivos e Judiciário. Basta ver as resistências dentro destas esferas de poder em almejar mudanças estruturais e estabelecer novas leis mais rigorosas que possam de fato transformar o Brasil em um país com verdadeira Justiça.

 

Há contudo, registrar que felizmente especialmente dentro do Judiciário brasileiro o avanço mais objetivo desta transformação vem ocorrendo nestes últimos dez anos. As mais diversas operações investigatórias realizadas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal, Ministério Público Estaduais com auxílio das polícias militares; civis (GAEGO), por exemplo; buscam juntos realizar investigações visando o combate a corrupção em todo o país.

 

Mas é preciso destacar o quão é extremamente importante o eleitor antes de votar considerar uma análise profunda dos candidatos que estarão disputando as eleições deste ano de 2018. Ver o perfil de cada candidato. Ver com quem ele está aliado, qual partido ele representa e se este partido fez parte de alguma coligação anterior e que estivera envolvida em algum tipo de escândalo.

 

Se tal sigla teve ou não algum líder político e ou ocupante de cargo público - administrativo envolvido em alguma investigação por supostos crimes de corrupção; lavagem de dinheiro; licitações fraudulentas e ou superfaturamento em obras públicas. Ver ainda se pertence a alguma empresa que tenha sofrido algum tipo de investigação por parte do poder público. Enfim, são várias variantes necessárias de pré-análise, mas que nem todo o eleitorado deste país é infelizmente ainda capaz de realizar com profundidade e isenção plena.

 

Porém, o Brasil que já sofreu e ainda vem sofrendo muito diante da corrupção, precisa com que a grande maioria da população possa construir juntos um caminho de renovação política e manter uma fiscalização conjunta das ações políticas-administrativas e denunciar se necessário for ao Judiciário e à Polícia Federal quaisquer prática considerada ilícita praticada por qualquer cidadão, principalmente se esteja ocupando algum tipo de cargo público.

 

Fiscalizar. Denunciar. Exigir rigor e cumprimento às leis; respeitar os direitos coletivos e individuais é manter a cidadania plena e avançar para gerações futuras possam contar com um país digno de se viver e desenvolver.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar