Sábado, 18 de Agosto de 2018
O fim dos tradicionais partidos políticos no Brasil
Por A. Godoy
31/07/2018 | 21:44
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Nunca antes na história política pós- ditadura no país se viu um quadro político de emaranhados e dificuldades no que tange à formação de alianças envolvendo os principais e tradicionais partidos para estas eleições de outubro. Vejamos por exemplo a situação em quase todo o país por parte do PMDB (atual MDB); PT; PSDB; PP; PDT; PSB; PV; PC do B e também ocorrendo a mesma situação com vários outros partidos políticos mais novo como do PSD;PR e PSB, Rede.

 

Em plena véspera de registros de candidaturas ao Governo Federal e nos estados; a situação parece muito crítica para que muitos dos principais pré-candidatos que já estão há meses com seus nomes tornado-se públicos para concorrerem nestas eleições; possuem maioria deles enormes dificuldades para a construção de alianças partidárias e até para arranjar um vice para concorrer na chapa majoritária ( governo federal e governos estaduais).

 

Portanto, é algo muito diferente do que ocorria em eleições anteriores. E existem diversos possíveis fatores para que isto esteja ocorrendo. Um deles poderia ser o temor de que já definido a chapa antes do prazo que é 05 de agosto e registro no dia 15 junto a Justiça Eleitoral, haja na véspera destas datas algum impedimento por parte da Justiça Eleitoral que poderia não acatar alguma candidatura e desta forma provocar uma tragédia política em plena véspera da eleição.

 

Outros fatores destas imensas dificuldades de promoverem alianças partidárias envolvendo tradicionais siglas como principalmente do PMDB (MDB); PT; PSDB; PSD;PR;PP;PDT; PCdoB; PSB dentre outras no que tange a formação de chapas majoritárias para disputar as eleições de outubro próximo; poderia estar ligado ao grande número de políticos envolvidos em escândalos de corrupção desde as maiores investigações como do Mensalão; Zelotes; Lava Jato e centenas de outras realizadas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público Federal e que agora, dificultam aos partidos políticos com nomes envolvidos nestes escândalos de corrupção; juntarem-se uns aos outros e assim; encontrarem muitíssimas dificuldades para arregimentar votos do eleitorado nas eleições de outubro deste ano.

 

Para a grande maioria do eleitorado a renovação política e partidária deverá ocorrer nestas eleições como fato real. O que se viu ao longo de décadas no Brasil foi o avanço da máfia em provocar rombos bilionários nos cofres públicos. Promessas e mais promessas foram sucumbindo o país diante as safadezas e irresponsabilidades cometidas umas atrás das outras por diversos políticos corruptos e que sequer levou à expulsão partidárias na maioria dos casos daqueles políticos levados à Justiça Federal, seja em situações de primeira instância ou até na segunda instância do Judiciário.

 

Delações premiadas; provas contundentes obtidas pelas investigações da Polícia Federal e do Ministério Público Federal; operações realizadas por equipes do GAECO em todos os estados da federação e na maioria dos municípios do país; bem como; ações desde iniciadas junto a Procuradoria Geral da república (PGR); Supremo Tribunal Federal (STF) e do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), além de atuações dos Tribunais Regionais Eleitorais -TREs que terão ambos a missão conjunta de estarem mais atentos nestas eleições e evitar muito daquilo que deixaram de fazê-los em eleições anteriores; permitindo que muitos políticos corruptos tivessem suas prestações de contas aprovadas diante das chamadas "aprovada com restrições ".

 

Portanto; se há dificuldades para boa parcela das siglas partidárias promoverem suas alianças partidárias com vistas ás eleições de outubro próximo e ainda encontrar até um nome para compor na chapa majoritária; estas mesmas dificuldades quem as criou foram os próprios partidos e mais: a classe política em si e não o eleitorado deste país. Estas eleições de outubro deste ano vai dar um novo rumo no sentido amplo do que e como se poderá daqui em diante praticar ações políticas e administrativas deste país !

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar