Quinta-feira, 22 de Outubro de 2020
Brasil sofre síndrome política do BOLSO & LULA-LÁ
Por A. Godoy
08/10/2020 | 19:59
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Sai governo entra governo e a postura do discurso político segue a cartilha de sempre. Vejamos: Lula elegeu-se presidente da República prometendo ajudar os pobres acabando com a miséria e com a corrupção. Deu no que deu- foi o epicentro da organização criminosa sendo construída no país, ou reconstruída novamente no Brasil na égide do governo petista sob comando de Luís Inácio Lula da Silva (PT). Reelegeu-se e elegeu a sucessora Dilma Rousseff (PT). Deu também no que deu. Seguiu-se a ação mafiosa e corrupta impregnada no governo federal e nas estatais dentre elas a Petrobras. Centenas de bilhões foram parar no ralo. Digo mais; foram parar nas mãos de mafiosos e corruptos como apontaram as principais das investigações ( Mensalão e Lava Jato além de Zelotes e muitas dezenas de outras grandes operações realizadas pela Polícia Federal (PF) e do Ministério Público Federal (MPF).Lula (PT), prometera fazer quando eleito presidente a tal reforma agrária. Nunca o fizera mesmo sendo reeleito presidente. Pelo contrário; Lula foi aos poucos revelando a forma como agia nos bastidores da política-administrativa do país. Aliou-se aos mais mafiosos e corruptos políticos em aliança política e partidária espúria para através dos conchavos políticos se manter no poder. E isto tudo sob entrega de cargos expressivos; envolvimento de propinas através das consultorias suspeitas e de repasses pelo caixa dois de várias empreiteiras deste país como mostrou a Lava jato, incluindo reforma em sítio em Atibaia ( SP ) e apartamento triplex no Guarujá (SP); além de ajuda financeira para o Instituto Lula também em São Paulo. Agora, vem o atual presidente da República Jair Bolsonaro, que já deixou a sigla que o elegera ao cargo presidencial, afirmar como na terça-feira (07), de que ele Bolsonaro (sic " acabou " com a Lava Jato.

 

Ora, vejamos: somente cabe à encerrar uma investigação e operação como da Lava Jato por determinação da Justiça Federal e não de um presidente da República. Bolso-Lula segue a mesma linha ditatorial do seus antecessores mais recentes como Lula e Dilma (PT). Bolsonaro antes de eleger-se e para angariar votos do eleitorado brasileiro, que clama por combate a corrupção desde há muitos anos atrás; tão logo elegeu-se e tomou posse, tratou de dar cargos para alguns corruptos que estão com processos tramitando na Justiça Federal e respondendo por crimes de corrupção. Aliás, o próprio presidente Jair Bolsonaro se vê em situação familiar complicada na questão por exemplo das "rachadinhas " na Alerj- quando um de seus filhos agora senador ocupara uma das cadeiras na Assembleia Legislativas do Estado do Rio de Janeiro e fora outras situações como tem sido divulgada pela imprensa nacional como no caso de ser exigidas explicações de depósitos em contas bancárias até da própria esposa. Enfim; se Lula e Dilma assim como Michel Temer os quais deram maus exemplos no quesito de não livrar-se de corruptos e agir também igualmente como agem muitos corruptos e mafiosos neste país; vem agora o atual presidente da República com longa experiência na Câmara Federal de onde saíram muitos mafiosos como Eduardo Cunha direto para a prisão por ser corrupto e mafioso, assim como saíram vários políticos de governos como Sérgio Cabral (MDB), do Rio de Janeiro indo à prisão e centenas de outros maus políticos corruptos; mostra desta forma que fazer alianças políticas e partidárias como Bolsonaro está agora construindo ao aproximar-se do Centrão onde ali também estão vários políticos que somente não estão presos graças à existência da tal imunidade parlamentar que a Constituição de 1988 aprovou e que tão somente poderá levar à prisão político no exercício do mandato em casos de flagrante delito de crime inafiançável.

 

E isto explica de muitos casos em que a entrega de dinheiro sujo " propinas " quando de muitos resultados investigatórios da Polícia Federal (PF) e do Ministério Público Federal (MPF), no Brasil, a entrega mais pega no flagrante eram através de malas recheadas de dinheiro ( caso daquele mafioso do então integrante do PMDB em Salvador (BA), onde a PF encontrou mais de R$ 55 milhões em cédulas e além de muitos outros casos como o mais recente em Santa Catarina onde uma Advogada fez delação premiada à Justiça Federal em que alegara haver feito repasses de dinheiro dentro de caixas de sapato; caixas de uísque; sacolas e até em envelopes pardos. Só faltou completar se houve ou não caso também de ter repassado dinheiro em meias ou de cuecas do seu sócio também advogado de um escritório instalado unicamente para promover recebimento de dinheiro público desviado do governo de Santa Catarina; através da Secretaria de Estado de Administração. Portanto, em termos de condutas criminosas efetivas para desvios milionários ou até bilionários dos cofres públicos no Brasil, são bem característicos as formas que se tornaram quase que meio padronizadas, copiadas, coladas como num sistema de tecnologia de Inteligência não artificial, porém, real como ocorreram no Brasil e que continua infelizmente ainda sendo registrados como apontam as mais recentes das investigações da PE e do MPF, além de equipes da GAECO e da Receita Federal. E olha que teve até bilionário corrupto, ladrão do dinheiro público considerado pela Forbes como dentre os mais ricos não somente do Brasil, mas do mundo - o mundo da corrupção - o mundo do dinheiro roubado do povo brasileiro, povo este paciencioso e que tem uma santa da paciência com estes bandos de criminosos. E o Brasil, segue com dívida pública acima de R$ 3 trilhões. Brasil segue com mais de 20 milhões de desempregados e outros mais de 40 vivendo do sub emprego. Assim, convenhamos: não dá para acabar com a Lava jato nem agora e nem tão pouco adiante. Lava jato chegou para limpar, fazer a faxina neste Brasil.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2020 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar