Terça-Feira, 01 de Dezembro de 2020
O fedor da cagada da máfia que prejudica uma Nação !
Por A. Godoy
21/10/2020 | 19:06
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Cuecas, meias; caixas de vinho ; sapato e de uísque, além de envelopes e malas recheadas de muita grana, isto mesmo: muito dinheiro roubado dos cofres públicos no Brasil com que muitos corruptos e mafiosos, dentre eles integrantes de organizações criminosas perderam por completo a vergonha. Mais do que isto: perdera a capacidade de honrar a própria imagem como cidadão público. O mais recente caso dentre muitíssimos outros já vistos no Brasil, diante imensas operações realizadas pela Polícia Federal (PF); Ministério Público Federal (MPF), além de equipes da GAECO; Receita Federal; Polícia Civil e juntamente com apoio do Ministério Público Estaduais; são resumos deste descalabro com que muitos mafiosos e corruptos vem saqueando os cofres públicos de várias maneiras.

 

Desde licitações fraudulentas e superfaturadas; uso de laranjas em prestações de consultorias e de diversos outros serviços públicos em que sequer chegaram a ser realizados em muitos casos, mas que o dinheiro acabou sendo pago para quadrilhas organizadas - vejamos casos vários neste enfrentamento de pandemia do novo coronavíris Covid-19, dentre muitas outras ações ilícitas e que resultaram em prisões e aberturas de processos e inquéritos por pare da Justiça seja estaduais e ou federal. O caso do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), espelha muito esta triste realidade. Ser pego em operação da Polícia Federal (PF) e do MPF com dinheiro na cueca, submetendo ao vexame público e ter que deixar mesmo que temporariamente o cargo no Senado Federal, quando ao contrário, deveria de imediato deixar a função de senador. Mas, a realidade política brasileira desde muito tempo é um fracasso, não para significativa parcela política nacional, porém, fracasso para a sociedade brasileira que quer queira ou não depende muito das decisões formuladas por um Congresso Nacional infectado, podre devido ao vírus da corrupção e dos interesses escusos em detrimento aos interesses maiores do povo brasileiro.

 

O corporativismo no Congresso Nacional assim como em outras instituições ( STF; STJ; TCU; STE ), além de Tribunais de Contas nos estados; somados aos aspectos políticos direcionados por estratégias do governo federal e de aliados; resultam neste quadro caótico no Brasil. Desde há décadas permanecem mostrando suas feições malignas ao povo brasileiro. A decência, ou seja, a conformidade com os padrões morais e ético da sociedade, dignidade, decoro e correção; parecem não existir nem tão pouco nas ações e atitudes quanto mais nas palavras de quem o povo espera o dever de realizá-lo com plenitude e com o respeito. Dinheiro público aos milhões sendo entregues à mafiosos e corruptos dentro de caixas de vinho; caixas de sapatos; envelopes pardos; malas; maletas; caixas de uísque e até sendo encontrado dentro de cuecas, meias mostram ao ponto dos mais ridículos que chegou muitos destes mafiosos que ocupam uma atividade política, jurídica e ou mesmo empresarial e que esteja vinculado a esquemas criminosos destes desvios de recursos públicos no Brasil.

 

E isto sem contar o dinheiro desviados, ou seja, as evasões de divisas aos paraísos fiscais como já foram inúmeras vezes comprovados através de realizações de operações da PF e do MPF no Brasil. E outros casos de corrupção gravíssimos têm sido os bilhões desviados na área da Saúde no Brasil em pleno período desta gravidade epidêmica do novo coronavírus Covid-19. A complacência em parte da Justiça especialmente por algumas decisões monocráticas de alguns dos ministros tanto do STF quanto do STJ ao conceder habeas corpus à mafiosos e corruptos, mostra que não somente as Medidas Provisórias -MPs comercializadas pelo governo de Lula (PT), e certamente de outros ex-presidentes da república a fim de atender aos interesses estranhos ao do povo deste país; tenham estas MPs um peso financeiro altivo; mas que uma concessão de habeas corpus, supostamente poderá também tem um peso financeiro bastante considerável, como foi o caso de um procurador no Rio de Janeiro; denunciado nesta semana em que teve quase duzentos mil reais de benefício por conceder um habeas corpus (h.c).

 

Enfim; ainda bem que dentro de todas as instituições públicas e digo TODAS, existem pessoas do bem, pessoas que sabem que devem manter a ética e a coragem de enfrentar a própria tarefa de limpeza da própria casa - digo: instituição pela qual atua. E caberá a estes corajosos homens públicos que visam o melhor para o Brasil e, portanto, visam o o bem à todos os cidadãos deste país, respeitando a Justiça e os ideais de Justiça plena, bem - estar social; econômico e juntos promover uma Nação de plenitude e paz, desenvolvimento e Justiça !

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2020 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar