Quinta-feira, 16 de Setembro de 2021
Eleições de 2022: Cuidado com velhas raposas que rodeiam por aí
Por A. Godoy
04/07/2021 | 3:03
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Convenhamos: Chega ! Chega de reeleger velhas raposas da política brasileira. O Brasil está num caos geral desde muitas décadas atrás. É obra inacabadas. São milhares de casos de corrupção de toda ordem ( passiva e ativa) e todo o país. É a impunidade tomando conta com atuação inoperante; vergonhosa de instituições tai como desde o STF e STJ; os quais deveriam de fato levar corruptos e mafiosos para a prisão diante aos delitos praticados e já investigados por centenas de operações realizadas pela Polícia Federal (PF); Ministério Público Federal (MPF), equipes da GAECO, Receita Federal; Polícias Civis onde ambas instituições atuaram e continuam atuando ao combate a corrupção e todo o Brasil. Entretanto; esta impunidade acaba promovendo oportunidades para que muitas velhas raposas que atuam no meio político brasileiro; continuem agindo de forma bem arquitetada com objetivo único: manterem-se no poder ou tentar retornar à ocupação de cargo eletivo, seja no âmbito municipal; estadual e federal. Uma ampla maioria dos eleitores brasileiros até que tentaram renovar os quadros políticos nas eleições de 2018; porém, nem tudo foi completamente adequado á esta realidade de renovar de forma mais competente e mais capacitada. Seja por falta de experiência política- administrativa; seja por manter a velha política. E ao que nos parece: foi exatamente a manutenção da velha política que fez o Brasil continuar afundando na crise social, econômica e crise política e crise jurídica.

 

Mas, uma nova eleição nacional se aproxima. Em outubro de 2022, caberá a cada eleitor brasileiro, novamente ir às urnas e escolher, votar no seu candidato de preferência. O que se espera desta vez, na próxima eleição de 2022 é que haja uma maior busca por uma faxina no meio político; onde a ética e o respeito à sociedade brasileira seja de fato uma ação contundente, transparente e mais responsável ás causas públicas. Atualmente, a mobilização nas bases políticas é voltada para articulações partidárias visando disputas por indicações pré-candidaturas tanto à concorrer em 2022 para deputados estaduais; deputados federais; senadores e também aos governos estaduais. E notadamente, como de praxe sempre o que se vê são velhas raposas do meio político nacional promovendo iniciativas do gênero. Como o modelo político brasileiro é totalmente atrasado devido a falta de uma ampla reforma política assim como da falta de outras reformas profundas tão necessárias para tirar o Brasil desta profunda crise.

 

Mas, pelo jeito, o que se vê não há interesse político algum em promover reformas no Brasil. basta ver o perfil da atuação do Congresso Nacional, o do governo Bolsonaro, bem como, a omissão por parte do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Supremo Tribunal de Justiça (STJ), em que ambas instituições preferem concessões de habeas corpus, solturas de mafiosos e de corruptos do que colocar corruptos e mafiosos na prisão. E exemplos disto não faltam: basta ver resultados das últimas decisões do STf e do STJ ao longo dos últimos anos face as operações da Lava Jato; mensalão; Zelotes; escândalo dos Correios; escândalo dos Fundos de Pensões; Contas CC-5 e centenas de outras operações da PF e do MPF pelas quais simplesmente acabaram tendo processos indo literalmente para a lixeira. Talvez isto ocorra no Brasil porque envolvem centenas de bilhões desviados dos cofres públicos deste país e isto gera uma gama de interesses ocultos que são imperceptíveis no âmbito dos poderes constituídos e da própria sociedade brasileira. Talvez sim, talvez não. E a solução ? Hummmm. Eis a questão !

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2021 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar