Segunda-Feira, 19 de Novembro de 2018
O Livro "O mar, um povo e sua fé" é destaque em SC
Obra faz referências à Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, na Agronômica, em Florianópolis,SC
27/12/2012 | 22:01
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O livro intitulado:  " O mar, um povo e sua fé ", de autoria do escritor José Luiz Sobierajski, é lançado em Florianópolis,SC. O lançamento, dia 28, sexta-feira, às 19h, na própria Paróquia Nossa Senhora de Lourdes, no bairro Agronômica, de Florianópolis,SC. A obra é uma homenagem aos 60 Anos desta paróquia e, nesta entrevista exclusiva ao Destaque Catarina, o autor José Luiz Sobierajski, destaca sua importância literária e histórica à comunidade religiosa da Paróquia Nossa Senhora de Lourdes:

 

O MAR, UM POVO E SUA FÉ
Na próxima sexta feira, dia 28,  na Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes e São Luiz, localizada no bairro da Agronômica, em Florianópolis, será lançado o livro intitulado O MAR, UM POVO E SUA FÉ,  contando a história da vida católica do bairro.

 

DESTAQUE entrevistou o autor da obra, professor José Luiz Sobierajski,  e reproduzimos abaixo as suas considerações.

 

Destaque: Quais os motivos que o levaram a pesquisar e escrever este livro?
Sobierajski: Os motivos que me levaram a escrever pesquisar e escrever este livro foi a comemoração dos sessenta (60) anos da criação da Paróquia de Nossa Senhora de Lourdes e São Luiz Gonzaga.

 

Destaque: Qual o sentido  do título do livro: O MAR, UM POVO E SUA FÉ?
Sobierajski: O título do livro é um resumo de seu conteúdo. O MAR se refere ao trecho da baia Norte de Florianópolis que banha o litoral da Paróquia, desde o Mangue de Itacorubi, defronte a Penitenciária do Estado até a travessa Abilio de Oliveira, que dá acesso à avenida Trompowski. O POVO são os moradores na área delimitada para a Paróquia. A FÉ  corresponde à dedicação do povo em construir e manter primeiramente uma capela e depois a igreja matriz.

 

Destaque: Qual resumo o senhor faria do livro?
Sobierajski: O livro trata inicialmente da ocupação do território, conhecido por PEDRA GRANDE  e mais tarde por Agronômica. Na parte religiosa apresenta a sucessão de acontecimentos religiosos como Capela e depois como Paróquia.

 

Destaque: Por que motivo o nome do bairro foi alterado?
Sobierajski: O nome do bairro foi alterado para Agronômica, em referência a um órgão do governo estadual denominado ESTAÇÃO AGRONÔMICA, que ficava onde atualmente está a Casa do Governador e seus arredores e tinha como finalidade a pesquisa sobre atividades agrícolas. Nesta Estação Agronômica ficava o ponto terminal da linha de bondes puxados por tração animal, isto é, os burros.

 

Destaque: Como começou a atividade religiosa no bairro?
Sobierajski: A atividade religiosa começou  com o Arcebispo Metropolitano, Dom Joaquim Domingues de Oliveira adquirindo um terreno com uma casa de construção antiga, que foi adaptada para Capela e Escola. Durante a semana funcionava como Escola São Luiz e aos domingos como Capela.

 

Destaque: Quando ocorreu este início?
Sobierajski: Aconteceu no ano de 1929. A casa adaptada para Capela e Escola foi inaugurada em 22 de setembro de 1929. Em 5 de setembro de 1933 foi inaugurada a construção de uma igreja nova. Depois houve a criação da Paróquia em 25 de novembro de 1950 por decreto do mesmo Arcebispo Metropolitano.

 

Destaque: Quais os padres que cuidaram da Capela e depois da Paróquia?
Sobierajski: No início, em 1929, cuidavam das atividades religiosas os Padres Jesuítas do Colégio Catarinense. O primeiro Capelão foi o Padre Frederico Maute, sucedido por outros padres jesuítas. Em 1950, com a criação da Paróquia, as atividades religiosas ficaram a cargo dos padres holandeses da Congregação dos Sagrados Corações. Na década de 1980 estes padres entregaram a paróquia ao Arcebispo Metropolitano e as atividades religiosas foram assumidas pelos padres diocesanos que a exercem até o presente momento.

 

Destaque: Estes padres holandeses que ficaram na condução da paróquia por mais de trinta anos deixaram alguma marca especial?
Sobierajski: Deixaram e muito especial. Para atender a população carente da paróquia eles criaram a Assistência Social São Luiz em 1952. Foi a primeira entidade assistencial criada na Arquidiocese de Florianópolis e está atuante até os dias atuais.

 

Destaque: O senhor falou que o livro comemora os sessenta anos da existência da paróquia, mas isto ocorreu em 2010 e por que o livro está sendo lançado somente dois anos mais tarde.
Sobierajski: O lançamento do livro com o atraso de dois anos se deve a dificuldades de ordem burocrática e financeira. Por esta razão o livro tem um capítulo intitulado “POST SCRIPTUM” que narra a vida paroquial nestes últimos dois anos. Mas o capitulo final é um resumo das atividades do atual pároco Padre Márcio Alexandre Vignolli, que termina seu período paroquial e dia no próximo dia 30 assume a Paróquia do Divino Espírito Santo, na cidade Camboríu, sua terra natal.

 

Destaque: Onde o senhor buscou os elementos para pesquisar a vida da Capela e depois da Paróquia?
Sobierajski: A pesquisa foi feita nos livros de registros paroquiais, nos informativos semanais e referências  e informações das pessoas que freqüentam a Paróquia. Deve-se citar que parte dos  registros paroquiais desapareceu durante um incêndio ocorrido nos primeiros anos da Capela e outro durante a construção da nova igreja inaugurada em 13 de dezembro de 1997.

 

Destaque: O senhor tem algo de especial  para comentar sobre o relato do livro?
Sobierajski: O melhor comentário sobre o livro está no seu título, o MAR  que banha o espaço marítimo delimitado como território paroquial. O povo cristão e fervoroso que acompanhou os anos difíceis da velha Capela, os primeiros anos de Paróquia com os padres holandeses que tinham dificuldades em falar a língua portuguesa, mas eram muitos dedicados e por esta dedicação ainda são  lembrados pelas pessoas de mais idade. O povo que soube corresponder com sua ajuda para a construção da nova Igreja. E a Fé deste povo na prática da religião Católica Apostólica Romana.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar