Quarta-Feira, 24 de Julho de 2019
Brasil possui 12.690 barragens sendo que 25 estão com estruturas comprometidas, diz relatório da ANA
Brasil corre novos riscos semelhantes ao da barragem de Mariana e de Brumadinho (MG). Relatório aponta que das 12.690 barragens 25 estão com estruturas comprometidas
26/01/2019 | 23:22
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Um relatório recente elaborado pela Agência Nacional de Águas -ANA aponta que o Brasil possui 12.690 barragens; sendo a maioria delas atuando na área do agronegócio e no setor de mineração são 670, mas há um grande risco em que aponta que 25 delas estão com as estruturas comprometidas. Destas 25 barragens, 16 são públicas e 9 privadas.

 

A agência aponta ainda os graves problemas diante da falta de outorga; concessão e licenças ambientais para estarem em operação. O Brasil possui cerca de 670 barragens de contenção de rejeitos de mineração. Investigações pouco avançaram relacionadas a tragédia ocorrida em Mariana (MG), cerca de quatro anos atrás; quando rompeu a barragem de contenção de rejeitos; provocando a morte de 19 pessoas e danos ambientais irreparáveis por uma extensão de aproximadamente 560 quilômetros; passando pelas regiões do Sul do Estado de Minas Gerais e no Estado do Espírito Santo até atingir o mar.

 

Portanto, os riscos de novas barragens de contenções de rejeitos de mineradoras no Brasil romperem é altamente elevado. Daí, necessário são as investigações amplas, profundas por parte do Ministério Público federal, Polícia Federal - já que envolvem recursos públicos na grande maioria destas obras, bem como, responsabilizar também órgãos ambientais que deveriam promover amplas vistorias nestas barragens e que somente após ocorrência como a destas em Mariana e agora em Brumadinho (MG), passam ser preocupações maiores diante o grau de registros de vítimas fatais e de feridos.

 

Bem como, danos irreparáveis ao meio ambiente e também danos materiais para muitas famílias que vivem em áreas próximas destas barragens. Ou se cumpre de fato protocolos exigidos por lei e haja vistorias permanentes nestas barragens e fiscalização junto a órgãos ambientais, governos estaduais e federal afim de evitar novas tragédias do gênero no Brasil.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar