Domingo, 05 de Julho de 2020
Em pleno "Dia das Flores ", Justiça determina novamente a prisão do casal Rosinha e Anthony Garotinho e Praças gritam " Bolsonaro traidor ". Veja:
No "Dia das Flores " Rosinha e Garotinho voltam à prisão e Praças das Forças Armadas gritam " Bolsonaro Traidor ". Veja:
29/10/2019 | 21:53
Postado por: Destaque Catarina
A- A+
A Justiça do Rio de Janeiro determinou na terça-feira (29), " Dias das Flores ";  a prisão novamente do casal Rosinha e Anthony Garotinho, ambos ex-governadores do estado semi falido do Rio de Janeiro diante da roubalheira por parte de quadrilhas entre eles os ex-governadores Sérgio Cabral e Luiz (Pezão), ambos do MDB. O casal Anthony e Rosinha Garotinho já passaram por vário partidos entre eles o PR em que no ano de 2017, mais precisamente em novembro daquele ano Garotinho foi parar na prisão e somente solto por concessão de um habeas Corpus (H.c), concedido por um dos ministros do STF; bem como; também solta da prisão a ex-governadora do Rio Rosinha Garotinho.
 
 
Agora, na terça-feira (29), a Justiça do Rio determina que ambos sejam presos novamente. Rosinha e o marido Garotinho respondem na Justiça  Federal por vários crimes entre eles um contrato superfaturado na área habitacional envolvendo a empreiteira Odebrecht. E na mesma terça-feira (29), outro destaque foi quando da realização de debate pela Comissão Especial no Congresso Nacional  que trata sobre ao projeto 1645/19; relacionada à proteção maior social dos militares, ou seja, a reforma da Previdência das Forças Armadas em que um grupo significativo de Praças ali presentes gritaram " Bolsonaro traidor ".
 
 
Mafioso presidente da Câmara alia-se à proposta de Toffoli sobre "antídoto" à prescrição
 
 
O mafioso e corrupto presidente da Câmara Federal deputado Rodrigo Maia (DEM), que responde a vários processos na Justiça Federal, disse à imprensa que vai " defender " a proposta enviada ao Congresso Nacional por parte do presidente do Supremo Tribunal Federal (STF Dias Toffoli que trata sobre a prescrição de pena na Segunda Instância. Na ótica de Maia (DEM), esta proposta de Toffoli é uma espécie de "antídoto " à prescrição.
 
 
Uma vergonha esta proposta de Dias Toffoli que já vem sendo amplamente discutida dentro do próprio Judiciário e sendo algo fora do contexto jurídico nacional.esta proposta de Toffoli já é tia como algo visando amenizar o impacto que poderá ocorrer caso haja votação maior favorável para que não sejam presos condenados após o Segundo Grau, ou seja, após julgamento em Segunda Instância do Judiciário. Proteger bandidos; corruptos e mafiosos é o que mais vem ocorrendo no Brasil diante da dimensão de casos de corrupção e roubalheira do dinheiro público atingindo grandes figuras políticas e diversos grandes empresários incluindo instituições governamentais que em conluio usurparam centenas de bilhões dos cofres públicos do Brasil.
 
 
A gama de investigações realizadas pela Polícia Federal e(PF) e pelo Ministério Público Federal (MPF), cujos órgãos têm ambos realizado um excelente trabalho em prol do combate a corrupção no Brasil. Avalanche de  concessões de Habeas Corpus (H.c) para corruptos e mafiosos; prescrições de crimes por parte de corruptos e mafiosos no país tem sido algo assustador.
 
 
Daí, a meia culpa de alguns ministros tanto do STF quanto do STJ em propor remendos para minimizar os estragos com que ao longo de décadas fizeram com o Brasil e pior: com a grande maioria do povo brasileiro. Uma Justiça que tenta centralizar todo o poder decisório numa mesa de 11 ministros como do STF, por exemplo. Daí é pura piada ! Democracia parte da premissa da base e portanto, significativamente possuem papeis relevantes as instâncias do Judiciário seja ela de Primeiro ou de Segundo Graus, respectivamente.
 
 
A Justiça no Brasil nao pode ser uma espécie de sistema financeiro centralizador onde poucas instituições dominam o mercado financeiro explorando mais de 200 milhões de cidadãos. Justiça é para ser exercida com respeito e ética, isenção e não com comemorações dentro do próprio STF logo após uma votação como a que se deixou transparecer quando de cumprimentos entre alguns ministros que votaram favoráveis à não prisão após condenação em Segundo Grau;  juntamente com alguns advogados de defesa de corruptos como ao caso do ex-presidente da República Luis Inácio Lula da Silva (PT). 
 
 
Certamente a pressão para cima de ministros tanto do STF quanto do STJ por parte da máfia e centenas de corruptos devem ser maciça, porém, o que se deve exercer decisões por parte tanto do STF quanto do STJ, são o de levar corruptos e mafiosos à prisão e não ao contrário como vem ocorrendo em muitos casos neste país.
 
Foto: Exame
Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2020 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar