Quinta-feira, 29 de Outubro de 2020
Brasil sofre rombo de mais de 3 trilhões em fraudes. Operação Greenfield apura. PGR; MPF; STF e STJ despreocupados
Brasil sofre rombo estimativo de mais de 3 TRILHÕES. Isto mesmo ! Greenfield apura. PGR;MPF;STF e STJ mostram-se despreocupados com isto
06/09/2020 | 22:12
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Somente com as investigações até agora realizadas pela Operação Greenfield, a estimativa é de que haja um rombo de mais de R$ 3 TRILHÕES dos cofres públicos. Isto mesmo ! Mais de R$ 3 trilhões desviados através de várias fraudes desde aos fundos de pensões públicos até fraudes fiscais. Daí, a mostra clara de indiferença por parte desde da Procuradoria-Geral da República (PGR), Ministério Público Federal (MPF), em que não oferece plenas condições de trabalho aos procuradores que integram a força-tarefa desta Operação Greenfield e que levou o único - isto mesmo: o único procurador da República da Operação Greenfield a deixar os trabalhos na sexta-feira (04), diante argumentação nítida e pública manifestada de que é praticamente impossível diante da imensa dimensão com que chegaram as investigações da Greenfield e sem aparato de apoio aos trabalhos desta força-tarefa; permanecer com dedicação exclusiva a frente deste trabalho. " parece-me inaceitável ", afirmou o procurador da República Anselmo lopes - que deixou a coordenação da força-tarefa da Greeenfield.

 

E diante deste cenário de grave deficiência estrutural, dificuldades junto a Procuradoria-Geral da República (PGR); realmente faz com que o combate à corrupção no Brasil, tem uma espécie de aliados face à indiferença diante rombos somente estimado na Greenfield em mais de R$ 3 trilhões de reais dos cofre públicos ocorridos no Brasil. A Greenfield vem desde 2016 investigando uma série de atos criminosos ligados desde aos fundos de pensões públicos como da Petros; Postalis e Funcef, dentre outros investigados, incluindo o caso do mafioso e corrupto ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB),- aquele mafioso que a Polícia Federal (PF) e Ministério Público Federal (MPF), foi preso com mais de R$ 51 milhões desviados dos cofres públicos e que estava num bunker em um prédio no centro de Salvador (BA). E a Greenfield investiga também fraudes que envolvem várias estatais, dentre outros.


Brasil tem rombo acima de R$ 3 trilhões, estima a operação Greenfield. Um único procurador coordena força-tarefa

Prejuízos incalculáveis á mais de 220 milhões de cidadãos brasileiros. Nem a PGR; tão pouco o próprio Ministério Público Federal (MPF); além do STF e do STJ; parecem distantes em atuar de forma mais enérgica e propositiva em apoio aos trabalhos de forças tarefas como da Lava-Jato quanto da Greenfield . Mas, não promoverem críticas à estas ações das equipes que arduamente com imensas dificuldades estruturais, estão atuando ao combate à corrupção neste país chamado: Brasil. Colocar apenas um procurador da República a fim de atuar no trabalho da dimensão destes rombo de trilhões aos cofres públicos é como como colocar uma agulha no palheiro e mandar alguém procurar. Daí, estranhamente desta propositada indiferença de órgãos públicos que deveriam atender de forma mais ostensiva ao combate à corrupção no Brasil, ou algo muito estranhamente vem ocorrendo e que precisa ser profundamente investigado quais motivos há por detrás destes interesses obscuros de não finalizar investigações de combate a corrupção no país. A máfia deve estar mais do que nunca enraizada de forma a brecar e prejudicar estes trabalhos investigatórios sobre organizações criminosas que vem atuando no Brasil e prejudicando a sociedade brasileira, prejudicando o desenvolvimento social; econômico e sustentável desta Nação. Entende-se motivos tais como de não findar o foro privilegiado no Brasil. Acabar com benesses há décadas alcançadas propositadamente por setores públicos; pela classe política em si; bem como; de não promover reformas profundas no Brasil. Manter milhões de cidadãos na miséria tem sido a tônica de agentes mafiosos e corruptos que atuam contra o interesse coletivo da sociedade brasileira, infelizmente.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2020 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar