Terça-Feira, 15 de Junho de 2021
Governo Bolsonaro quer congelar preços de alimentos, tarifas públicas e salários de servidores públicos por 2 anos
26/01/2021 | 17:06
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O ministro de Economia Paulo Guedes, disse na terça-feira (26), durante vídeo conferência promovido pelo Credit Suisse e ao lado do presidente da República Jair Bolsonaro que  é preciso congelar salários de servidores públicos por um período de 2 anos e que o governo federal " poderá adotar um protocolo de crise ", uma espécie de cláusula de calamidade fiscal, um caso agudo de emergência fiscal ", segundo Paulo Guedes. Nos bastidores de governo já se cogita congelar preços de produtos,  medicamentos e alimentos e inclusive, tarifas públicas ( energia elétrica, telefonia, água, gás de cozinha e combustíveis ).

 

O objetivo é evitar avanço da  inflação e desemprego além de evitar abusos como aos que ocorreram e continuam  ocorrendo em várias regiões do país diante desta pandemia do novo coronavírus Covid-19. Não há um rigor maior da fiscalização nem dos Procons em que abusos de preços são cometidos e que afetam principalmente milhões de cidadãos pobres e onde o país enfrenta um desemprego também altíssimo acima de 18 milhões de desempregados e outros mais de 50 milhões no sub emprego onde são pagos míseros salários. Abusos de preços nesta plena pandemia pode ser considerado crime e deve ser denunciado aos órgãos competentes como desde Procon e ao Ministério Público.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2021 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar