Quarta-Feira, 20 de Junho de 2018
CIL terá ampla reforma
Governo do Estado de SC investe mais de R$ 5 milhões na reforma do antigo CIL (Colégio Industrial de Lages)
05/08/2014 | 3:42
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

A Escola de Educação Básica Industrial de Lages, ( antigo CIL- Colégio Industrial de Lages) está em obras. Na manhã de segunda-feira, 4, o secretário de Desenvolvimento Regional, João Alberto Duarte, e a gerente de Educação, Maria de Fátima Ogliari, entregaram a ordem de serviço para a empresa que venceu a licitação, e a primeira reforma geral da cinquentenária instituição de ensino começou em seguida.

 

O antigo Colégio Industrial de Lages -CIL, possui uma tradição de mais de 50 anos na área da Educação em Lages,SC.

 

Na frente do prédio escolar existe um mural produzido pelo artista plástico serrano catarinense Martinho de Haro e o símbolo do CIL (hoje Escola Básica Industrial de Lages); foi feito pelo também artista plástico Juan Godoy que estudou no CIl onde cursou a primeira turma de formandos de Técnico Industrial deste colégio. Foi em meados da década de 70 quando o Colégio do Senai passou ser designado Colégio Industrial de Lages e chegar à Escola Básica Industrial de Lages mais recentemente.

 

No pátio da escola, os responsáveis pela obra explicaram o cronograma aos estudantes, professores, gestores e funcionários, que retornaram as atividades após alguns dias de férias. “O Industrial é uma das maiores e mais tradicionais escolas da Serra Catarinense, e sua reforma valoriza a educação. Vamos acompanhar os trabalhos passo a passo para garantir agilidade e qualidade”, disse o secretário João Alberto Duarte.

 

Governo de SC investe em Educação
O Governo do Estado está investindo R$ 5,6 milhões no projeto, que prevê obras nos 10 mil metros quadrados de área construída. As 28 salas de aula serão reformadas, assim como os banheiros, laboratórios, setores administrativos e alas dos cursos técnicos.

 

Toda a cobertura será substituída, e lajotas antiderrapantes serão implantadas em 100% do piso. As redes elétrica e hidrosanitária serão trocadas, e o sistema de acessibilidade para deficientes físicos será implantado. O ginásio de esportes também será totalmente reformado, ganhando inclusive uma nova quadra.    

 

A princípio, os 1.300 alunos continuarão estudando na escola durante o período das obras, que deve se estender até o segundo semestre do ano que vem. O projeto será executado por etapas, e os blocos que estiverem em obras serão totalmente isolados por questão de segurança.

 

A SDR e a direção da escola já planejaram as adaptações que serão feitas para que nenhuma turma seja prejudicada. “Uma ação dessa magnitude causa transtornos, mas agiremos pontualmente para que eles não afetem a rotina escolar”, diz o diretor Armando Duarte.

 

Os estudantes estão entusiasmados com a ação. “Esperamos muito tempo por esse momento. A reforma dará uma nova cara para a nossa escola”, diz o presidente do grêmio estudantil, Lucas Soares, do segundo ano do ensino médio.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar