Terça-Feira, 25 de Setembro de 2018
Operação Caifás leva Bispo da Igreja Católica à prisão em Goiás
Uma quadrilha formada por um bispo e vários padres da Igreja Católica, desviaram mais de R$ 2 milhões e foram parar na prisão em Goiás
19/03/2018 | 17:49
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

A Polícia Federal juntamente com apoio do Ministério Público de Goiás; além da atuação de uma equipe da Polícia Civil; Polícia Militar e do GAECO ( Grupo de Atuação Especial de Combate ao crime Organizado ), levou várias pessoas à prisão na manhã de segunda-feira, (19). Foi nas cidades de Formosa; Planaltina e Posse, em Goiás. O grupo criminoso é suspeito de desviar mais de R# 2 milhões dos cofres da Igreja Católica na Diocese de Formosa e que engloba outras pequenas paróquias de cidades desta região pertencentes à Igreja Católica.

 

O dinheiro desviado pela quadrilha religiosa era arrecadado de dízimos pagos por fiéis; doações; taxas de batismos e de casamentos; dentre outras além de arrecadações de festas promovidas pelas paróquias envolvidas nesta ação desmantelada após investigações de denúncias à Justiça. Foram cumpridos 13 mandados de prisão e 10 de busca e apreensão nas cidades de Formosa; Posse e Planaltina. Esta operação da Polícia Federal e do Ministério Público em Goiás foi coordenada pelo promotor de Justiça Fernanda Balbinot e Douglas Chegury.

 

O bispo Dom José Ronaldo foi preso preventivamente juntamente com outros envolvidos no esquema de desvios nesta diocese da Igreja Católica em Goiás. Há suspeitas de que laranjas possam ter sido usados para compra de uma fazenda e carros de luxo para a quadrilha.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar