Segunda-Feira, 28 de Maio de 2018
Legislativos municipais, estaduais e federal podem serem extintos diante inércia e gastos bilionários
O Brasil deve iniciar campanha para acabar com legislativos que legislam na maioria das vezes em causas próprias com gastos bilionários para inércia
03/05/2018 | 17:40
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Uma campanha nacional já vem sendo articulada em vários segmentos da sociedade civil organizada com finalidade de reivindicar o fim dos legislativos municipais; estaduais e federal. São centenas de bilhões gastos por ano para atividades onde em sua maioria não se traduz aos interesses plenos da população.

 

Os gastos para manter salários, despesas de gabinetes em cada um destes legislativos ( vereadores; deputados estaduais e deputados e senadores federal ) alcançam cifras assustadoras. São centenas de bilhões para manter gabinetes onde as respostas em termos de fiscalização dos executivos prefeituras; governos de estados e governo federal ), são inócuos. Acertos políticos que visam unicamente a manutenção dos poderes no formato de troca-troca na ocupação de cargos e indicações políticas onde os salários são exorbitantes; faz com que uma campanha nacional visando acabar de vez com estas mazelas; colocará o Brasil num novo modelo de gestão de estado.

 

A fiscalização do poder executivos (prefeituras; estado e governo federal ), poderá dar-se por instâncias com participação de representantes dos mais diversos segmentos da sociedade civil organizada e com participação não remunerada em conselhos municipais, estaduais e federal.

 

Fim dos legislativos é avançar em novo modelo de gestão do Brasil

Sem os vereadores; deputados estaduais; deputados federais e senadores; o Brasil terá um novo modelo de gestão política-administrativa e com recursos financeiros capazes de atender as verdadeiras necessidades da população: Saúde; Educação; Segurança Pública; Infraestruturas viárias; aeroportuárias; aeroviárias; cultura; saneamento básico; agricultura; esporte e lazer e desta forma o Brasil evitar o que se vê na atualidade que são as organizações criminosas que utilizam a via política e partidária para saquear cofres públicos como se tem visto desde que ampliou-se as investigações que resultaram nos maiores escândalos de corrupção e roubalheira do dinheiro público - dinheiro do povo deste país. A amplitude do número de investigações envolvendo muitos políticos corruptos e mafiosos mostra o quão o Brasil está contaminado por mafiosos que travestidos de bons cidadãos acabam saqueando os cofres públicos pior do que quadrilhas de assaltantes que assaltam bancos, por exemplo.

 

Afinal, roubar dos cofres públicos através do resultado do voto de milhares de eleitores é algo mais grave do que a gravidade cometida pela ação de quadrilhas que invadem bancos e levam milhões nestes assaltos. É hora do Brasil começar intensificar o avanço de uma campanha como deste em prol da Nação, em prol da maioria do povo deste país.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar