Sábado, 20 de Julho de 2019
Indulto de Natal : STF vota e dá mais uma ajudinha para mafiosos e corruptos do país
Decreto assinado pelo mafioso e corrupto Michel Temer (MDB), é votado pelo STF com 7 a 4 votos favoráveis ao indulto de Natal que ajuda mafiosos e corruptos do país
10/05/2019 | 9:39
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O decreto assinado em dezembro de 2017 pelo então presidente da República, o mafioso e corrupto agora preso pela Polícia Federal Michel Temer (MDB), considerado o "líder do quadrilhão do PMDB, hoje MDB); foi aprovado por maioria dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), na quinta-feira (9). Por 7 votos favoráveis ao indulto de Natal e 4 contra o STF valida o indulto natalino para corruptos e mafiosos - aqueles que praticam o crime do chamado " colarinho branco ".

 

Isto mesmo: ladrões de bilhões dos cofres públicos que retiram, subtraem estes milhões e bilhões dos cofres públicos do Brasil - dinheiro que está faltando há décadas para manutenção da saúde, manutenção de vida de milhões de brasileiros, muitos deles doentes, desempregados, outros com míseros salários e migalhas para sobreviverem; ao contrário disto tudo, os mafiosos e corruptos agora podem contar com a benesses mais ainda por parte dos sete ministros que aprovaram o indulto natalino. Uma vergonha para a Nação Brasileira esta aprovação de indulto natalino.

 

Uma lei que afrouxa as regras para o perdão de penas de condenados por corrupção, formadores de quadrilhas, criminosos do colarinho branco - aqueles que roubam centenas de milhões do dinheiro do povo deste país. O decreto assinado em 2017 pelo mafioso e corrupto então presidente na época Michel Temer (MDB), antevia de que ele próprio seria em breve preso - o que acabou ocorrendo e já por duas ocasiões e tudo por crimes de lavagem de dinheiro; corrupção passiva; formação de organização criminosa, dentre outros crimes como falsidade ideológica. Somente no caso das obras de Angra 3 Michel Temer (MDB), é denunciado por desvios de mais de R$ 1 bilhão e 800 milhões de reais. Isto mesmo: somente num caso; fora os demais praticados pela quadrilha em que Temer; Eduardo Cunha; Sérgio Cabral e uma gama de criminosos - um bando de quadrilha dentro do MDB praticara ao longo de décadas no Brasil.

 

É este decreto de indulto de Natal que vai beneficiar exatamente este tipo de criminosos e que o STF onde os sete ministros que votaram favoráveis: Dias Toffoli; Celso de Mello; Marco Aurélio Melo; Ricardo Lewandowski; Rosa Weber; Alexandre de Moraes e Gilmar Mendes; juntos aprovaram este indulto que favorece corruptos e mafiosos no Brasil. Votaram contra: Edson Fachin (Relator); Carmén Lucia; Luiz Fux e Luís Roberto Barroso.

 

O indulto de Natal prevê neste caso que haja a redução passando de um quarto (25%) para um quinto (20%) o tempo mínimo de cumprimento da pena para obtenção deste benefício. Um entre tantos como a cessão de habeas corpus concedidos tanto por parte do STF quanto do STJ para muitos mafiosos e corruptos neste país. É a máfia avançando gradativamente na defesa de seus interesses a fim de evitar maior ação de combate a corrupção no Brasil.

 

Com o COAF ocorreu o mesmo numa só semana em que parlamentares por maioria decidiram retirar o COAF do Ministério de Justiça onde está sob comando de Sérgio Moro e passar para o Ministério de Economia e desta forma facilitando a ação de mafiosos e corruptos no país.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar