Terça-Feira, 30 de Novembro de 2021
Brasil : Do tragicômico desgoverno ao malabarismo da máfia corrupta que prejudica a Nação há décadas
09/09/2021 | 17:01
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Mais uma vez , isto mesmo: mais uma vez de tantas vezes com que o Brasil vivenciou manifestações populares; coube novamente o feriado de 7 de Setembro; mostrar novamente muitos atos de manifestos em várias regiões do país. Incentivados pelo presidente da República Jair Bolsonaro ( sem partido ), muitas pessoas saíram às ruas para protestarem principalmente em atos antidemocráticos com faixas e cartazes pedindo desde ao fechamento do Supremo Tribunal Federal (STF) até ao fechamento do Congresso Nacional. Poucos comparados com aos que atenderam ao chamamento de Bolsonaro e de alguns líderes bolsonaristas convocando a população para irem às ruas no 7 de Setembro; também propuseram manifestar-se, porém, por outros motivos: inflação abusiva; alta dos preços dos combustíveis; elevadíssimo índice de desemprego; fome; miséria; pandemia onde há falta de vacinas para completar a meta nacional de vacinação contra a Covid-19; além da alta de reformas profundas políticas- administrativas e até ao pedido de Impeachment de Jair Bolsonaro. E o que se percebera tanto no dia do feriado de 7 de Setembro; foi praticamente a ausência de manifestações de políticos e onde sequer se viu algum líder partidário no palanque ao lado do presidente da República Jair Bolsonaro. Ao contrário: havia ali alguns líderes evangélicos; seguranças e um ou outro ministro.

 

Conto do Vigário: Bolsonaro chama caminhoneiros à greve num dia e após pede desbloqueio de rodovias

Piada ? Não ! É sério: o presidente da República Jair Bolsonaro ( sem partido, mas eleito pelo PSL), primeiro na véspera do feriado de 7 de Setembro, conclamara a população brasileira para irem às ruas em defesa da "Democracia ". O setor trabalhista dos caminhoneiros foram os que mais aderiram ao movimento promovendo a paralisação de milhares de caminhões em todo o país. Resultado: de imediato ocorrendo a falta de combustíveis em praticamente na maioria dos postos em todo o Brasil, já na noite de quarta-feira (08), o presidente Bolsonaro vai à rede social e conclama os caminhoneiros para " desbloquearem " as rodovias em todo o país, pois que isto traria danos à economia e ao povo especialmente aos mais pobres. Hum, então tá ! Pura espécie de um conto do vigário como já dizia um velho ditado popular. Ao perceber que literalmente o "tiro pela culatra ", em que Bolsonaro pretendia alcançar pleno sucesso com grande e enorme adesão popular - algo que não ocorreu nem pelo lado bolsonarista e tão pouco pelas oposições ao governo, e que em seguida os danos econômicos foram imediatos. Com a paralisação de caminhoneiros pelas rodovias brasileiras, houve atrasos em entregas de produtos para milhares de empresas que deixaram de comercializar seus produtos num país já fragilizado social e economicamente diante desta pandemia da Covid-19. Pior: foi também a alta de combustíveis em milhares de postos em todo o país. Muitas empresas, pequenos e médios comerciantes deixaram de promover entregas de produtos já em plena quarta e quinta-feira, respectivamente devido à dificuldade em abastecer veículos e até motos.

 

Congresso Nacional , STF e Governo Federal foram e continuam omissos aos graves problemas do Brasil

Justamente milhares de motoqueiros simpatizantes a Bolsonaro em presenças de motociatas e que agora caso persista a paralisação dos caminhoneiros; nem o próprio presidente Bolsonaro não poderá recorrer ao chamamento de promover novas motociatas pelo país afora. E tem outro agravante nesta paralisação dos caminhoneiros: os abusivos aumentos de preços do litro dos combustíveis em que o Procon em várias cidades brasileiras já foram acionados diante denúncias de pessoas que foram abastecer veículos e que acabaram pagando preço elevado, acima do que estava e plena véspera de 7 de Setembro. Ou seja, o Brasil mesmo numa profunda crise social e econômica não escapa nem dos vorazes criminosos que atacam a economia popular ao tirarem proveito de uma situação caótica como ao que o Brasil vem enfrentando economicamente e socialmente. para não dizer também: uma crise de falta de ética e de comprometimento por parte de quem deveria dar respostas aos graves problemas deste país. Em resumo: O Congresso Nacional, STF e o Governo Federal foram e continuam sendo omissos aos graves problemas do Brasil. É preciso que acordem o mais breve possível, pois o povo brasileiro em grande maioria já demonstra claramente a intensa frustração e insatisfação com estas instituições.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2021 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar