Sábado, 31 de Outubro de 2020
Virada: A " Carta branca " de Bolsonaro ao " cartão amarelo ". Regina Duarte praticamente fora do governo
Regina Duarte praticamente fora do governo Bolsonaro , o qual deu " carta branca " e que virou " cartão amarela "
05/05/2020 | 19:38
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

A " Namoradinha do Brasil " nos anos 70 no Brasil, a atriz Regina Duarte defensora pública nas redes sociais dos ideais do presidente da República Jair Bolsonaro ( sem partido ), mas eleito pelo PSL ao cargo presidencial; após receber do presidente Bolsonaro a " carta branca " para atuar na Secretaria Especial da Cultura no país, recebeu uma espécie de crítica de Bolsonaro há cerca de uma semana atrás quando Bolsonaro ao ser questionado sobre a atuação de Regina Duarte no cargo de governo federal; Bolsonaro respondera que ela, a Regina Duarte deveria estar mais presente em Brasília (DF), pois ela encontrava-se em São Paulo onde de lá realizava seu trabalho junto ao governo federal. Foi o suficiente para que a atriz e Secretária Especial da Cultura tão logo Bolsonaro determinou para que Dante Montovani assumisse a Funarte neste início da semana para que Regina Duarte, mantivesse uma reunião na terça-feira (05), com o presidente da República Jair Bolsonaro. Nos corredores do Palácio em Brasília (DF), havia rumores de que Regina Duarte poderia deixar o cargo. Aliás, assim que Regina Duarte assumira o cargo no início de março deste ano; Dante Mantovani foi um dos nomes exonerados do cargo por Regina Duarte, bem como, além de outros nomes que ocupavam a Secretaria Especial de Cultura.


De " carta branca " `ao cartão amarelo ou mesmo vermelho para Regina Duarte

De " carta branca " para a cor amarela e podendo ser vermelha é o que se pode esperar por parte de Bolsonaro desde que Regina Duarte antes disto não venha a colocar o cargo a disposição do presidente da República Jair Bolsonaro. Bolsonaro ao dar " carta branca " para Regina Duarte, dava impressão de que ela Regina Duarte, teria plenas condições de atuar e implementar sua política e plano cultural , mas ao contrário, a inércia até agora por parte de Regina Duarte frente da Secretaria Especial da Cultura; mostra que o governo Bolsonaro não está nem aí com a área cultural. Bolsonaro sequer preocupa-se com a Saúde que enfrenta a pandemia da Covid-19, nem com a Educação num país de imensos atrasos culturais e tão pouco com a Segurança Pública. Nem se quer com a corrupção que assola o país há décadas. A única e maior preocupação de Bolsonaro é com a área econômica. Afinal, quem sustenta o apoio financeiro bilionário para campanhas políticas são setores da economia e nisto o Brasil mostrou ao restante do mundo que é um dos países mais especialista neste assunto. A Lava Jato; Mensalão; Zelotes; dentre outras centenas de grandes escândalos de corrupção ligada aos esquemas mafiosos de campanhas políticas no Brasil; demonstram o por quê desta maior preocupação de Bolsonaro. Cultura ? " E Daí ! ", (Sic), O mesmo como disse recentemente Bolsonaro com relação às mortes de milhares de pessoas pela Covid-19. Agora: imaginem com a Cultura ? " E daí ? ".

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2020 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar