Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Abusos com gastos de verbas públicas continuam elevados no Brasil
Brasil consome centenas de bilhões em desperdício e roubalheira do dinheiro público. Mafiosos aos poucos indo para a prisão
07/11/2017 | 10:50
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

E continua surgindo cada situação vergonhosa para a classe política brasileira onde muitos destes políticos agem no crime organizado como bandos de corruptos e ladrões do dinheiro público - dinheiro do povo. São desde viagens sem caráter de interesses públicos até licitações fraudulentas milionárias e superfaturamento em obras e serviços que nunca chegaram atender aos interesses da população deste país. Um destes exemplos desta semana de início de novembro foi do pedido realizado pelo deputado federal André Amaral (PMDB), da Paraíba, em que solicitou à presidência da Câmara Federal o custeio de uma viagem para Portugal, na região do Algarve, a fim de assistir a um torneio de Kart. O pedido de custeio desta viagem acabou sendo negado pela presidência da Câmara Federal.

 

Assim como estes pedidos para custear viagem de políticos brasileiros para viagens constantes fora do país e pagas com dinheiro público; onde raramente surgem resultados efetivos para a sociedade brasileira; outras situações de consumo de dinheiro público descabidos são registrados cotidianamente em várias regiões do Brasil. Um destes casos foi de uma licitação realizada em 2012 pela prefeitura de São José (SC), onde foram adquiridos cerca de 20 mil quilômetros de papel higiênico. O assunto rendeu até matéria jornalística no maior programa de Tevê brasileiro, o Fantástico do último domingo, dia 5. Haja sujeira sendo feita por muitos políticos corruptos, mafiosos e que ainda continuam muitos deles atuando na função política e promovendo verdadeiros desmandos dos recursos públicos deste país.

 

Deputados, vereadores que deveriam promover a fiscalização e o rigor no control dos gastos públicos no Brasil, geralmente de forma propositada ou por não atuarem com interesse em defesa da população; acabam sendo coadjuvantes neste processo de elevados gastos públicos de forma escandalosa e desnecessária; quando ao contrário; deveriam realizar profundas investigações e controle nestes gastos abusivos por alguns corruptos e mafiosos. A operação Lava Jato, o Mensalão - ação civil 470, a Operação Zelotes e muitas outras traduzem exatamente o que muitos políticos no Brasil promovem em termos de roubalheira do dinheiro público.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2017 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar