Quarta-Feira, 17 de Janeiro de 2018
Polîcia investiga morte de indígena em Penha (SC)
Indígena foi assassinado na madrugada de Ano Novo em Penha,SC. Polícia investiga a autoria do bárbaro crime
04/01/2018 | 8:55
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O Indígena e professor da Língua Xokleng das aldeias indígenas de José Boiteux, no Alto Vale do Itajaí,SC, Marcondes Nambla, de 36 anos, foi espancado e morreu na madrugada de Ano Novo, em Penha, litoral de Santa Catarina. Segundo o jornal O Globo, na edição de quarta-feira (3). Marcondes Nambla, atuava como professor ensinando a língua Xokleng nas aldeias aos arredores de José Boiteux,SC. Ele estava na região litorânea norte de Santa Catarina para vender picolés durante o verão. A Polícia investiga a autoria do crime.

 

O corpo da vítima foi sepultado na quarta-feira (3), na aldeia de Barragem, perto de José Boiteux (SC). Muita revolta registrada nas aldeias indígenas da região onde Marcondes Nambla atuava e onde era bastante conhecido e admirado pelas comunidades indígenas da região. A delegacia de Balneário Piçarras (SC), investiga o caso.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar