Segunda-Feira, 18 de Fevereiro de 2019
Bolsonaro quer arrastão sobre recursos federais para ONGs. Objetivo: saber da aplicação destes recursos
ONGs na mira do governo Bolsonaro. Brasil possui 820 mil ONGs. De 2004 a 2010 receberam R$ 23,3 bilhões dos cofres públicos federais. Em 2017 foram 4,106 bilhões
16/01/2019 | 23:26
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), determinou uma varredura nas 820 mil ONGs existentes em todo o país. O objetivo é saber como estão as aplicações dos recursos públicos destinados a todas estas Organizações da Sociedade Civil em que atuam nas mais diversas áreas como desde Educação; Saúde; Meio Ambiente; Cultura e Esportes, além de outras como religiosas.

 

Somente entre 2004 a 2010 foram destinados para ONGs R$ 23,3 bilhões de recursos financeiros federais. São cerca de 86% associações civis sem fins lucrativos; 99 mil (12%) são organizações religiosas e 12 mil destas ONGs são fundações privadas. Uma avalanche de denúncias espalhadas pelo país ao longo de muitos anos contra várias ONGs devido à supostas fraudes em assinaturas de convênios com o poder público (federal, estaduais e até municipais), foram registrados no país e envolvendo até alguns ministros de governos mafiosos e corruptos.

 

Ministério Público Federal assim como MPs estaduais acompanharam e acompanham muitas das investigações de diversas ONGs contendo supostas irregularidades.

 

Bolsonaro quer um verdadeiro arrastão sobre os recursos públicos para ONGs

É aí que o governo federal sob o comando do presidente Jair Bolsonaro (PSL), quer aprimorar, avançar na questão do controle e transparência da aplicação dos recursos públicos às ONGs de todo o país.

 

Estima-se um desvio próximo de R$ 10 bilhões acumulados e que o assunto chegou a ser amplamente discutido até no Senado Federal e Câmara Federal alguns anos atrás. Porém, sequer avançou a tal CPI - Comissão Parlamentar de Inquérito que deveria investigar denúncias contra ONGs contendo irregularidades; fraudes e desvios de recursos milionários.

 

Foi uma espécie de balela parlamentar e que supostamente a tal CPI tenha sofrido alguma espécie de pressão externa e provavelmente algum tipo de injeções de propinas e até apoio a campanhas políticas como a tantos outros exemplos realizados como descobertos pela Operação Lava Jato; Zelotes; Mensalão. Várias foram as investigações realizadas pela Polícia Federal e Ministério Público Federal. O Brasil na região Sudeste existem cerca de 40% das ONGs.

 

A região Nordeste há 40%, enquanto o Sul vem com 19% , Centro-Oeste com 8% e Norte também com 8% das ONGs. O IPEA- Instituto de Pesquisas Econômicas Aplicadas, acompanha realizando seguidos levantamentos dos recursos federais destinados para as ONGs em todo o país.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar