Quinta-feira, 23 de Maio de 2019
Bolsonaro (PSL), enaltece ditador e monstro general Alfredo Stroessner que governou por 35 anos o Paraguai
Presidente do Brasil Jair Bolsonaro (PSL), chama o monstro ditador Alfredo Stroessner de " Estadista " durante cerimônia na usina Itaipu- Binacional
28/02/2019 | 9:20
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), chamou o ditador e monstro Alfredo Stroessner que governou o Paraguai por um período de 35 anos de " estadista ". Foi durante cerimonial de posse do general de Exército Brasileiro Joaquim Silva e Luna na presidência da Usina Itaipu- Binacional; ocorrido na terça-feira (26), em Foz do Iguaçú (PR).

 

Stroessner assumiu o poder do Paraguai em 1954, durante golpe de estado derrubando o então presidente do Paraguai Federico Chavez.. Durante o regime ditatorial de Stroessner ocorreram mais de 18 mil atos de tortura e 400 execuções além de muitas centenas de pessoas desaparecidas ao longo de 35 anos sob comando do governo paraguaio.

 

Alfredo Stroessner era filho de alemão e ficou no poder do Paraguai entre 1954 a 1989. O general de Exército Brasileiro Joaquim Silva e Luna foi ex-ministro do governo de Michel Temer (MDB). Temer responde a processos na Justiça Federal sob corrupção; formação de quadrilha; além de lavagem de dinheiro. Michel Temer (MDB), chegou a ser citado em delações na Lava Jato como sendo um dos principais líderes do " quadrilhão do PMDB) e que transformou-se no MDB.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar