Domingo, 15 de Setembro de 2019
COAF sai do ministério de Justiça e vai para o de Economia. Certamente muitos mafiosos temiam permanência na Justiça
COAF sai do Ministério de Economia indo ao de Justiça; o que certamente faz muitos mafiosos comemorarem temendo serem caçados por crimes contra o sistema financeiro
10/05/2019 | 9:35
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O COAF principal órgão de controle e fiscalização financeira no Brasil sai do Ministério de Justiça e passará ao de Economia. A decisão saiu nesta semana por determinação do Senado Federal. Sem o ministro Sérgio Moro por perto o COAF dentro do Ministério de Economia, poderá não ter a mesma atuação rigorosa de que vinha mantendo nestes últimos anos quando muitos corruptos e mafiosos foram pegos pelas investigações realizadas pela Polícia Federal e Ministério Público Federal, em que muitas centenas de milhões e muitos bilhões foram parar em paraísos fiscais através de lavagem de dinheiro e até mesmo dentro do país.

 

Omissões ao longo de décadas por muitos órgãos públicos no controle e fiscalização no Brasil; resultaram em desvios bilionários dos cofres públicos e que agora estão sendo descobertos e por fim levando à prisão muitos destes mafiosos e corruptos. Mas, a caça aos mafiosos e corruptos deverão serem intensificadas. Tanto é que nesta semana três diretores do Banco Paulista S/A foram presos por ato criminosos de lavagem de dinheiro e de outras ações ilegais.

 

Também outra investigação deflagrada nesta semana , mais precisamente na quinta-feira (9), a Polícia Federal iniciou a operação de levar à prisão vários corruptos e mafiosos que podem ter desviados mais de R$ 26 milhões do Banco do Brasil.

Michel Temer (MDB) e o Cel - PM João Baptista Lima Filho voltam à prisão

A ação da Polícia Federal atinge vários estados do país: Santa Catarina; Paraná; São Paulo; Rio de Janeiro; Minas Gerais; Goiás; Mato Grosso e Distrito Federal. São 28 mandados de buscas e apreensões nesta ação da Polícia Federal (PF) e do Ministério Público Federal (MPF). E outro destaque desta semana com repercussão no meio político nacional e internacional foi da prisão do ex-presidente da República Michel Temer (MDB). O mafioso e corrupto Michel Temer (MDB), havia de ser apresentar-se à Polícia Federal no final de tarde de quinta-feira (9); pedindo à Justiça para que ficasse detido numa cela do Estado Maior da Polícia Militar; após passar na sede da Polícia Federal em São Paulo (SP), que não possui carceragem para abrigar o ex-presidente da República Michel Temer. Michel Temer (MDB). O amigo de Michel Temer e considerado operador financeiro do ex-presidente mafioso Michel Temer, o Coronel PM João Baptista Lima Filho também deverá retornar à prisão juntamente com Michel Temer (MDB). A Justiça Federal bloqueou bens pertencentes ao ex-presidente da República Michel Temer (MDB), em centenas de milhões. Michel Temer responde a vários inquéritos na Justiça onde é réu em diversas ações como relacionado ao escândalo dos Portos e de obstrução a Justiça além de formação de organização criminosa.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar