Sábado, 20 de Julho de 2019
STJ vota pela soltura do mafioso e corrupto Michel Temer (MDB)- o" líder do Quadrilhão do PMDB"
STJ dá ajudinha à mafioso e desta vez o beneficiado foi o mafioso e corrupto ex-presidente do Brasil Michel Temer (MDB)
15/05/2019 | 9:19
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ), isto mesmo, o STJ por decisão ocorrida na tarde de terça-feira (14), votou pela soltura do mafioso e corrupto ex-presidente da República Michel Temer (MDB). A ministra do STJ Laurita Vaz, da Sexta Truma do STJ foi a segunda a votar pela soltura do mafioso ex-presidente Michel Temer (MDB) e do coronel João Baptista Lima.

 

Michel Temer (MDB), estava preso em São Paulo (SP), desde o dia 9 de maio e foi a segunda vez neste ano em que Michel Temer (MDB), foi parar na prisão. A primeira foi no Rio de Janeiro. Michel Temer (MDB), é acusado na Justiça por vários crimes dentre eles o de recebimento de propinas de R$ 1,8 bilhão no caso de Angra-3; obstrução à Justiça; formação de organização criminosa; lavagem de dinheiro e de outros crimes investigados na Lava Jato.

 

A ministra do STJ Laurita Vaz, seguiu o voto de outro ministro colega dela, o relator do processo ministro Antônio Saldanha Palheiros. O ministro Sebastião Reis Júnior se declarou impedido de votar por já ter atuado em escritório que no passado prestou serviços à Usina de Angra-3, que é alvo das investigações que resultaram na prisão do ex-presidente da República Michel Temer (MDB) e do amigo dele, o coronel PM João Baptista Lima .

 

A Justiça determinou o bloqueio de R$ 32 milhões de Michel Temer e do coronel Lima. Ambos não podem sair do Brasil e houve pedido de recolhimento de passaportes. Outras restrições também foram determinadas aos acusados por parte do STJ. Os processos contra Michel Temer e contra o coronel Lima além de outros investigados diante das acusações á Justiça, continuam tramitando na esfera judicial.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar