Domingo, 15 de Setembro de 2019
Moeda Verde - TRF-4 julga caso; condena quatro, absolve dois e oito tiveram penas prescritas
Operação Moeda Verde - TRF-4 define quatro réus à prisão sob regime semiaberto; um regime fechado. Oito tiveram prescrição e dois foram absolvidos
19/06/2019 | 16:45
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O Tribunal Regional Federal (TRF-4), de Porto Alegre (RS), através da Oitava Turma julgou em segunda instância o processo referente a Operação Moeda Verde, deflagrada em 2006 e que levou 22 pessoas à prisão por suspeitas de práticas de venda de licenças ambientais e de crimes ambientais em Florianópolis (SC).

 

A decisão do TRF-4 na quarta-feira (19), apresentou resultado de quatro condenações à prisão no regime semiaberto; duas absolvições; oito acusados tiveram penas prescritas e um réu foi condenado à prisão em regime fechado por um período de oito anos. Os beachclubs envolvidos neste processo foram absolvidos da sentença que determina a demolição das estruturas. O desembargador do TRF-4 Leandro Paulsen, foi o relator deste processo oriundo da Operação Moeda Verde em Florianópolis (SC). Foram mantidas as condenações do ex-vereador Juarez Silveira por crimes de corrupção passiva e com a pena de sete anos no regime semiaberto; Rubens Bazzo, que atuou junto a Secretaria Municipal de Urbanismo de Florianópolis; por crimes de corrupção passiva e prisão sob regime semiaberto por um período de sete anos; André Dandam, que atuou como servidor da FATMA, condenador por prática de crime de corrupção passiva e pena de cinco anos de prisão no regime semiaberto e Hélio Cheverria, da empresa Habitasul à oito anos de prisão em regime fechado. Ambos acusados podem recorrer desta decisão do Tribunal Regional Federal (TRF-4), de Porto Alegre (RS).

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar