Terça-Feira, 20 de Agosto de 2019
Vice - Presidente da República Hamilton Mourão quer Reforma Política imediata após Reforma da Previdência
Reforma Política imediata após a Reforma da Previdência; menciona o vice- Presidente da República Hamilton Mourão
16/07/2019 | 1:16
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Reforma Política. Este será o próximo passo a ser amplamente discutido e iniciado dentro do Congresso Nacional, destaca o vice - Presidente da República Hamilton Mourão que vê uma fragmentação partidária que gera entraves que prejudicam imensamente o país diante das necessidades prementes e necessárias além de urgentes para o bem de toda a sociedade brasileira. O Brasil possui atualmente registrado junto ao Supremo Tribunal Eleitoral (TSE), 34 partidos, mas outras 73 novas legendas estão em processo de alcançar seus respectivos registros junto ao TSE. Isto é algo que somente ocorre no Brasil.

 

Em Nenhum outro país do mundo existe este leque amplo de partidos políticos. Há de ressaltar o grande volume do Fundo Partidário que poderá passar de R$ 1,7 bilhão para quase R$ 3 bilhões para as eleições de 2020. E o laranjal existente no meio das disputas eleitorais como diversos casos recentes investigados com desvios milionários - dinheiro dos cofres públicos, além também dos absurdos de caixa dois de campanhas e que geram corrupção, lavagem de dinheiro; compra de votos e comercialização até emendas parlamentares, dentre outros esquemas ilícitos que logo após muitos corrupto eleitos acabam praticando.

 

Alguns corruptos e mafiosos fazem da política um campo de comercialização - negócios para enriquecimentos ilícitos. A lei federal número 9096/1995, em seu artigo 2 estabelece a possibilidade de incorporação dos partidos políticos e destaca ainda que é livre a criação, fusão, incorporação e extinção de partidos, cujos programas respeitem a soberania nacional; o regime democrático; o pluripartidarismo e os direitos fundamentais da pessoa humana.

 

Neste contexto até hoje no Brasil não se consolidou em sua plenitude, pois se houvessem respeitabilidade plena de direitos dos cidadãos, milhares de pessoas não estariam morrendo em corredores de hospitais públicos; unidades de saúde da periferia das cidades, tão pouco haveria desemprego elevado ( mais de 16 milhões de pessoas); outras dezenas de milhões no sub emprego e com míseros salários; bem como também não haveria no Brasil habitações precárias; falta de moradia para dezenas de milhões de famílias pobres e de classe também média que ainda continuam pagando aluguéis de preços elevados; nem o país estaria passando por uma grave crise na segurança pública onde morrem por dia centenas de pessoas durante assaltos e latrocínios; além de que também o Brasil não estaria no caos diante da roubalheira do dinheiro público.

 

O fim da imunidade parlamentar é necessária e urgente

Portanto, ao defender a tese de que haja logo após aprovada no Congresso Nacional o Projeto de Reforma da Previdência nada mais relevante mesmo do que haver a Reforma Polícia. Seria o caminho necessário e ideal para acabar com a imunidade parlamentar, reduzir o número de partidos políticos e desta forma; promover outras mudanças benéficas para com o povo brasileiro.

 

A imunidade parlamentar contida no atual modelo político é uma capa de proteção para muitos mafiosos e corruptos que aliás, existem e muitos como demonstram várias investigações da PF e do MPF e que processos tramitam na esfera jurídica contra estes mafiosos que estão por incrível que pareça dentro do Congresso Nacional e discutindo política e projetos, bem como, usufruindo de todas as benesses que o cargo político oferece além dos bons salários e mordomias que a própria classe política e neste caso específico o Congresso Nacional usufrui e muito bem.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar