Domingo, 29 de Março de 2020
COVID-19: Bolsonaro mais tonto do que bêbado no meio do salão. Edita MP e a revoga . Na Alemanha, trabalhadores recebem Kit de emergência, subsídios de trabalho e reforço do abono família
Covid - 19: Bolsonaro (PSL), mostra-se perdido na crise da " gripezinha ". Edita MP e revoga-a. Na Alemanha, trabalhadores recebem Kit de Emergência; subsídios de trabalho e reforço do abono família
23/03/2020 | 20:33
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

A " gripezinha ", segundo o presidente Jair Bolsonaro (PSL), que já infectou quase toda a comitiva que acompanhou o presidente da República na visita recente aos Estados Unidos, além de infectar no Brasil outras mais de 1.650 pessoas e deixar registro de 25 mortes até domingo (22), está deixando Bolsonaro mais tonto do que bêbado em meio ao salão. Bolsonaro editou na segunda-feira (23); uma Medida Provisória (MP), pela qual autorizava empresas a suspender contratos de trabalho o que penalizaria milhões de trabalhadores de baixa renda em todo o país.

 

A desigualdade social e econômica salarial de milhões de trabalhadores diante desta pandemia que está sendo avassaladora em todo o mundo ( mais de 185 países já possui a presença do Covid- 19 ), onde mais de 350.000 pessoas estão infectadas e outros mais de 35.000 pessoas já morreram; no Brasil com esta MP editada na segunda-feira (23) e em menos de três horas foi revogada pelo próprio presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), mostra a forma com que o governo federal está atuando diante desta pandemia do coronavírus Covid- 19 no Brasil.

 

Alemanha dá exemplo ao restante do mundo, especialmente ao Brasil

Na Alemanha, ao contrário do governo brasileiro, a ministra de Assuntos da Família; Idosos; Mulheres e Juventude Franziska Giffey, adotou à pedido da chanceler Angela Merkel, medidas de emergência para ajudar milhões de trabalhadores, medidas de governo tais como um kit emergencial para cada trabalhador; mais subsídios salariais de trabalho a curto prazo; pagamentos salariais através de lei de proteção contra infecção pelo coronavírus Cov id - 19; abono salarial e habitacional e também suplementos infantil para milhões de famílias que segundo o governo alemão; sofre grandes quebras de rendimentos diante desta pandemia do coronavírus Covid- 19. " Com isto, ajudamos famílias em condições de vida relacionada à crise ", disse Franziska Geffey.

 

Um abono - criança também será liberado pelo governo da Alemanha já a partir do dia 1 de abril. Ao contrário do Brasil, onde algumas medidas agora começam serem desenvolvidas pelo governo Bolsonaro (PSL) a fim de amenizar o impacto das perdas econômicas. Mas, muito já deveria haver sido realizado no Brasil desde há muitas décadas por governos anteriores onde a máfia e organizações criminosas dentro e fora do meio político nacional, roubaram centenas de bilhões dos cofres públicos do país e deixaram como herança hospitais fragilizados e sem plenas condições de serem ampliados e receberem novos equipamentos; mafiosos que saquearam cofres públicos e que prejudicaram todas as áreas essenciais de desenvolvimento econômico-social e sustentável do Brasil.

 

Ao invés de cortar salários de trabalhadores, Bolsonaro deveria cortar salários da classe política

Caberia ao governo de Jair Bolsonaro (PSL), por exemplo, suspender através de uma Medida Provisória (MP), o pagamento salarial de toda a classe política em todos os níveis ( municipais, estaduais e federal), juízes, desembargadores e ministros de governo além de conselheiros de tribunais de Contas dos Estados; enfim; por um período igual ou maior ao que Bolsonaro (PSL), editou e regara em seguida para os milhões de trabalhadores deste país chamado Brasil. E mais ainda: resgatar de imediato as centenas de milhões de reais desviadas dos cofres públicos como mostraram inúmeras das investigações realizadas pela Polícia Federal (PF) e Ministério Público Federal (MPF), como exemplo desde a Zelotes; Lava Jato e de muitas outras, pois o que a Lava Jato já apontou em mais de U$ 10 bilhões desviados dos cofres públicos e um retorno de apenas pouco mais de R$ 1 bilhão aos cofres públicos, mostra que a ineficiência especialmente jurídica do Brasil (STF e STJ), são incompatíveis com a realidade destes desvios financeiros dos cofres públicos.

 

Hoje, o Brasil não sentiria a falta de milhões de máscaras; luvas; testes do coronavírus Covid - 19; falta de milhares de leitos hospitalares e leitos de Unidades de Terapias Intensivas - UTIs; falta de respiradores mecânicos; falta de equipes na área da Saúde; falta de medicamentos e demais insumos utilizados na área da Saúde Pública; dentre outras necessidades agora apontadas e todo o território nacional diante desta pandemia do coronavírus Covid- 19 - chamada pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) de uma " gripezinha " e que está ocorrendo uma espécie de " histeria ". Portanto, a " gripezinha " e a " histeria ", são sintomas de quem sequer tem olhar para o risco da vida de mais de 220 milhões de pessoas que vivem no Brasil. A preocupação maior de alguns mafiosos como de um grande empresário que recebeu bilhões do BNDES é de que haja falência de sua rede empresarial em que há riscos de pouco mais de 22.000 mil desempregos. Bastaria que o dinheiro retirado do BNDES nestes volumes absurdos fossem investidos aos micro, pequenos e médios empresários que geram maior número de empregos no Brasil que agora, diante desta crise em função desta pandemia do coronavírus Covid- 19, o impacto econômico e social fosse menos drástico e dramático especialmente para alguns insensatos dentro e fora do governo.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2020 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar