Quinta-feira, 22 de Outubro de 2020
Aprovado por unanimidade parecer de impeachment contra o Governador e da vice-Governadora de Santa Catarina
Aprovado por unanimidade parecer de impeachment contra o Governador e da vice-Governadora de Santa Catarina
15/09/2020 | 22:49
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

A comissão instalada na Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina- Alesc, encarregada de analisar e acolher o pedido de Impeachment contra o governador de Santa Catarina Carlos Moisés ( ex- PSL) e da Vice-Governadora Daniela Reinher (PSL); aprovou por unanimidade o relatório que trata deste pedido de Impeachment durante a manhã de terça-feita (15). Agora, caberá ao Plenário da Alesc votar já na quinta-feira (17); se aprova ou não o impeachment contra o governador Carlos Moisés e da vice-governadora Daniela Reinher. Para que haja o impeachment do governador de Santa catarina Carlos Moisés e da vice-governadora Daniela Reinher; são necessários no mínimo 27 votos favoráveis à aprovação deste impeachment.

 

Por outro lado, caso 14 parlamentares votem pela permanência nos cargos executivos do Estado Catarinense; Carlos Moisés e Daniela Reinher permanecem. Já, o então secretário de Estado de Administração de Santa Catarina Jorge E. Tasca; também incluído num dos pedidos de impeachment contra tanto Carlos Moisés quanto Daniela Reinher, deixou o cargo na segunda-feira (14), - um dia antes da comissão analisar pedido de impeachment junto a Alesc. Assumiu a pasta da Administração do governo de Santa Catarina Luiz Antonio Dacol.

 

Dois assuntos são debatidos nas questões de pedidos de impeachment contra o governador de Santa Catarina e da vice- governadora Daniela Reinher: um trata-se da questão do pagamento antecipado de R$ 33 milhões aos 200 respiradores fantasmas que a empresa Veigamed não entregou ao governo catarinense e que resultou na abertura de vários processos que estão tramitando na Justiça e que também levou à prisão algumas pessoas. Outra, diz respeito à concessão de paridade de reajuste salarial à procuradores de Santa Catarina, cuja decisão por parte do governo deveria passar por projeto de lei na Alesc.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2020 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar