Sábado, 23 de Janeiro de 2021
Destaques vão do corrupto Maranhãozinho do PL- MA aos diamantes apreendidos em Chapecó (SC)
10/12/2020 | 21:47
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

E o Brasil a corrupção, a roubalheira do dinheiro público atravessa fronteiras e passa de estado para estado numa demonstração de que o crime que parece compensar está com dias contados na medida com que seguidas investigações bem abrangentes em todo o território brasileiro avançam no combate á corrupção onde bilhões são desviados dos cofres públicos em plena pandemia - isto sem contar anos, décadas anteriores desta roubalheira do dinheiro público no Brasil.

 

E nesta semana, uma operação realizada pela Polícia Federal (PF), no Maranhão - estado que já foi comandado pelo mafioso e corrupto ex-presidente e ex-senador José Sarney; novamente reaparece nas páginas da pequena, média e grande mídia nacional, em que o deputado federal Josimar Maranhãozinho (PL), é alvo de investigação da PF e do MPF que apuram desvios de cerca de R$ 15 milhões - isto mesmo, cerca de R$ 15 milhões de emendas parlamentares e que deveriam serem destinados para a área da Saúde, mas que segundo apontam estas investigações; acabaram indo para o deputado federal Josimar Maranhãozinho, do PL do Maranhão.

 

Em Chapecó (SC), PF e PC encontram 29 malotes de diamantes

Enquanto milhares de pessoas no Maranhão necessitam de recursos à saúde, ao contrário, grande pública desviada acabou sendo descoberta pela Polícia Federal nas mãos deste corrupto parlamentar marahaense. E, em Santa Catarina, novo escândalo e desta vez envolvendo a descoberta pela Polícia Federal (PF) e pela Polícia Civil de Santa Catarina em que acabaram encontrando numa empresa de transportes de valores de Chapecó (SC); 29 malotes cheios de pedras preciosas ( diamantes ), segundo informações da PF.Um inquérito policial foi aberto e as investigações continuam, pois a empresa não forneceu dados documentais a respeito das pedras preciosas e tão pouco informara a quem pertence o material precioso.

 

Calcula-se em alguns bilhões o valor montante dos diamantes que serão passados por uma perícia a fim de confirmação sobre o material aprendido pela PF e Polícia Civil . Esta ação policial em Chapecó (SC), ocorreu na manhã de quinta-feira (10). Suspeita-se de que uma organização criminosa esteja por detrás do esquema e que haja lavagem de dinheiro e crime contra o sistema financeiro nacional.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2021 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar