Segunda-Feira, 08 de Março de 2021
Câmara elege presidente réu na Lava Jato; acusado de corrupção; ocultação patrimonial milionária e muito mais. Veja
Câmara elege presidente réu na Lava Jato, acusado de corrupção; ocultação patrimonial milionária e muito mais. Veja
02/02/2021 | 9:28
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O deputado federal mafioso Arthur Lira (PP) de Alagoas, apoiado pelo presidente da República Jair Bolsonaro ( sem partido ), foi eleito novo presidente da Câmara Federal na noite de segunda-feira (01). Arthur Lira ( PP-AL), recebeu 302 votos de colegas parlamentares. o deputado federal Arthur Lira, é réu em dois processos junto ao Supremo Tribunal Federal (STF), ligado a Lava-Jato e foi acusado pela ex- esposa Jullyene Lins ( segundo a reportagem da Veja ), por ocultar patrimônio no valor de R$ 40 milhões de reais oriundos de propinas pagas ao mafioso líder do Partido progressista (PP) - um dos partidos que mais possuem políticos envolvidos em investigações por corrupção, lavagem de dinheiro e caixa dois como apontaram as investigações da Operação Lava Jato.

 

Mesmo sob acusações graves contra o deputado federal Arthur Lira (PP-AL), não foram obstáculos ao plano do deputado de alcançar a presidência da Câmara Federal - que mais parece ser uma espécie de fábrica de levar deputado corrupto à presidência da Câmara Federal. Arthur Lira (PP-AL), assume a presidência deixada pelo deputado Rodrigo Maia (DEM-RJ), outro parlamentar também envolvido em processo na Justiça Federal devido acusações por práticas ilícitas como desde caixa dois e recebimento de propinas. A ex- mulher de Arthur Lira, Jullyene Lins cobra na Justiça uma pensão do ex-marido Arthur Lira no valor de R$ 600 mil reais.

 

Arthur Lira foi apoiador para que Rodrigo Maia (DEM-RJ), fosse presidente da Câmara Federal e agora, reciproca ocorre novamente com apoio de Rodrigo Maia bem na véspera desta eleição. Maia (DEM-RJ), ameaçou acatar pedido de impeachment contra o presidente da República Jair Bolsonaro ( sem partido ), mas acabou desistindo e agora ameaça deixar o DEM para criar uma nova sigla partidária. O racha no DEM ficou eminente com esta eleição à presidência da Câmara Federal. Disse o presidente Jair Bolsonaro: " Siga feliz, tudo acaba um dia ", referindo-se ao término do mandato de presidente da Câmara federal à Rodrigo Maia (DEM-RJ).

 

O deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP), disputara a presidência da Câmara Federal, e foi derrotado por Arthur Lira (PP-AL). Poucas horas antes de iniciar a eleição à presidência da Câmara Federal, o MDB não havia registrado a oficialização do grupo até ás 12h de segunda-feira (01), tecnicamente isto levou Baleia Rossi à um lançamento como candidato avulso nesta disputa à presidência da Câmara Federal.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2021 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar