Terça-Feira, 15 de Junho de 2021
STF conclui julgamento sobre acordo da delação do ex-governador do Rio, Sérgio Cabral
STF conclui julgamento sobre acordo da delação de Sérgio Cabral. Defesa discorda do resultado e aguarda publicação do acórdão
31/05/2021 | 10:32
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

o Supremo Tribunal Federal (STF), concluiu no dia 27 de maio o julgamento a respeito da validade do acordo de colaboração do ex-governador do Estado do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (MDB), preso por decisão da Justiça Federal por diversos atos ilícitos desde corrupção, lavagem de dinheiro, formação de organização criminosa, dentre outros. Sete dos ministros do STF votaram pela revogação da decisão que homologou a colaboração de Sérgio Cabral, entre os ministros do STF que tomou esta decisão foi a de Dias Toffoli ( acusado por Cabral de haver recebido em forma de propina R$ 4 milhões quando Toffoli atuou como presidente do Supremo Tribunal Eleitoral -TSE).

 

A defesa de Sérgio Cabral (MDB); discorda desta decisão do STF, destacando que  neste cenário decisivo do STF;  ocorreu um " empate " e que, portanto, não ocorreu a maioria e desta forma; prevalece segundo a defesa de Cabral a manutenção do acordo de colaboração do ex-governador do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral. O STF  não divulgou ainda o acórdão desta votação e a defesa de Cabral fica no aguardo da publicação deste acórdão. Os ministros do STF Luís Roberto Barroso; Marco Aurélio Mello; Rosa Weber e Carmén Lúcia votaram pela manutenção da homologação do acordo de delação de Sérgio Cabral. Já, os ministros Gilmar Mendes; Kassio Nunes Marques e Alexandre de Moraes além de Dias Toffoli são contra.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2021 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar