Segunda-Feira, 16 de Maio de 2022
CONSEQUÊNCIAS DA INVASÃO RUSSA NA UCRÂNIA SÃO ATERRORIZANTES
07/05/2022 | 20:28
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Desde o início da invasão das tropas russas na Ucrânia, as consequências somadas desta guerra provocada pelo mafioso ditador e genocida da Federação da Rússia Volodymyr ( Vladimir ) Putin; já são imensuráveis as graves consequências desta invasão na Ucrânia.

 

São milhares de mortos, milhares de feridos; mais de 5.400.00 milhões de refugiados; destruição avassaladora em casas, prédios, instalações comerciais, destruição de pontes; destruição de ferrovias; da população ucraniana, enfim; são destruição de parte de rodovias; destruição de rede de abastecimento de energia elétrica e de abastecimento de água, prejuízos incalculáveis no âmbito produtivo da Ucrânia em todos os setores da economia. Mas, os reflexos agora já são também muito evidentes fortemente dentro da Rússia.

 

As fortes sanções por parte de diversos países além da União Europeia contra a Rússia; tem levado a Rússia à uma situação a cada dia catastrófica diante do rápido desabastecimento não somente no âmbito dos alimentos, porém, desabastecimento de suprimentos para vários setores da economia da Rússia. E a maioria da população da Rússia começa sentir esses efeitos destas sanções econômicas contra a Rússia e começam a manifestar descontentamentos com a política de governo Putin diante desta invasão na Ucrânia.


Cerca de 75 Navios ucranianos impedidos de saírem do porto de Odessa e de Mariupol

O risco de desabastecimento de alimentos na região africana e do Oriente Médio para o qual vão milhões de toneladas de alimentos produzidos pela Ucrânia; já é uma realidade devido ao impedimento da saída de navios ucranianos que estão sob controle das tropas russas em Mariupol e Odessa. Há denúncias de que a Rússia estaria comercializando produtos saqueados da Ucrânia.

 

A ONU já foi alertada sobre essa questão e deverá iniciar uma tratativa com o governo da Rússia para liberar os navios ucranianos retidos nos portos de Mariupol e de Odessa para poderem rumar aos seus destinos para entrega dos produtos alimentares produzidos pela Ucrânia. Há risco de aumentar gravemente a fome nas regiões da África e do Oriente Médio - cujas regiões recebem muitas toneladas de alimentos produzidos pela Ucrânia. Em 2021 foram cerca de 276 mil toneladas de grãos produzidos pela Ucrânia e entregues à países africanos e do Oriente Médio. Cerca de 75 navios ucranianos contendo carga de grãos estão em portos de Mariupol e de Odessa.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2022 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar