Domingo, 15 de Setembro de 2019
EUA proíbe entrada de carne "in natura" do Brasil
EUA proíbe entrada da carne "in natura" oriundo do Brasil. Decisão mostra preocupação ao setor no Brasil
24/06/2017 | 1:59
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O veto norte -americano à entrada da carne in natura oriunda do Brasil já preocupa o setor produtivo pecuário brasileiro. A conquista do Brasil no mercado de carnes dos Estados Unidos há cerca de 15 anos atrás, deixa uma maior preocupação ao setor pecuário nacional. Face à esta suspensão diante de exigências de maior rigor sanitário aos produtos de cortes bovinos produzidos pelo Brasil e que estavam chegando ao mercado dos Estados Unidos. No Brasil, o único estado livre de febre aftosa é Santa Catarina. A suspensão de importações de carnes por parte dos Estados Unidos já mexeu com as autoridades do setor no Brasil e que iniciam uma mobilização junto as autoridades do Ministério da Agricultura visando retomada das exportações de carnes ao mercado norte-americano.

 

Possíveis abcessos em cortes de carnes bovinas e doenças; foi uma das causas que levaram autoridades de Saúde dos Estados Unidos à suspender a compra de carne bovina brasileira. Logo que estourou o escândalo da "Carne Fraca" no Brasil, levando vários países à suspender importações de produtos do gênero produzidos no Brasil; vários encontros de autoridades tanto brasileira ligadas ao Ministério de Agricultura e de Relações Exteriores junto a representantes de várias outras nações; discutiram o assunto na época em que houve bloqueio imediato diante do escândalo da "Carne Fraca". Agora, novamente surge esta decisão por parte dos Estados Unidos e que poderá levar outros países à tomar igual decisão, prejudicando ainda mais o setor da pecuária brasileira.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar