Quarta-Feira, 20 de Junho de 2018
Ministro do STF Gilmar Mendes deveria ser investigado pela PF diante suspeitas de alianças com máfia
STF descamba para o vexame diante decisões vergonhosas em prol da máfia. Ministro Gilmar Mendes deveria ser investigado pela PF
20/12/2017 | 9:04
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

A Procuradoria Geral da República (PGR) bem que tenta tirar o ministro Gilmar Mendes do Supremo Tribunal Federal (STF). Ocorre que mais recentemente o ministro do STF Gilmar Mendes tem voltado à liberar mafiosos e corruptos de pararem na prisão por crimes de corrupção; formação de quadrilhas; lavagem de dinheiro, dentre outros crimes como mostram as inúmeras investigações da Polícia Federal (PF) e do Ministério Público Federal (MPF).

 

A mais recente e emblemática decisão do ministro Gilmar Mendes ( STF), foi soltar da carceragem a esposa do ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral, (PMDB), a mafiosa e corrupta Adriana Ancelmo, acusada pela Justiça Federal de corrupção. Adriana Ancelmo foi presa e deveria permanecer na prisão por um período de 18 anos, mas o ministro Gilmar Mendes que sabe de todos os esquemas mafiosos desta quadrilha ligada ao ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB), e de tantas outras, cujos processo tramitam no STF; acabou por decidir na segunda-feira (18), mandar soltar da cadeia Ariana Ancelmo - quela que foi presa por gastar R$ 6,5 milhões em joias, segundo a Justiça da 7a. Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro que apurou o caso.

 

Também ficaram livres de responder processos na Justiça Beto Richa (PSDB), do Paraná; o senador Benedito de Lira e os deputados federais Arthur Lira; Dudu da Fonte e José Guimarães - todos suspeitos por corrupção, graças a decisão de Gilmar Mendes. Ou seja, a Polícia Investiga, comprova crimes; mas quando chega no STF; ação abafa é escancarada e envergonha a sociedade brasileira. 

 

Até o mega empresário e empreiteiro Marcelo Odebrecht, voltou à mansão na terça-feira (19), porém, usa tornozeleira eletrônica. Comemorar o Natal e Ano Novo com muitos caríssimos espumantes é o que a máfia no Brasil certamente sempre o fez e desta vez, mais do que nunca tem motivos em sobra para comemorar. Falta tão somente convidarem o ministro do STF Gilmar Mendes para degustarem juntos.

 

Brasil possui 37 mil mulheres presas, mas Gilmar Mendes (STF), manda soltar mafiosa Adriana Ancelmo

O Brasil possui 37 mil mulheres presas e que não poderão a grande maioria sequer rever a família no dia de Natal. Mas, graças a generosa decisão de Gilmar Mendes, uma das mafiosas que estava presa por ajudar o marido ex-governador do Rio de Janeiro a desviar centenas de milhões dos cofres públicos; vai poder comemorar o Natal livre da cadeia.

 

É chegada o instante de também o ministro do STF poder ser investigado pela Polícia Federal como almeja a própria Procuradoria Geral da República (PGR). Afinal, estranhas estas decisões do ministro do STF Gilmar Mendes com inúmeras decisões em favor de muitos corruptos e aliados de mafiosos que em conluiou desviaram milhões dos cofres públicos deste país.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar