Quinta-feira, 24 de Janeiro de 2019
BNDES e caixa-preta à ser desvendada. Cuba deve US$ 40 milhões - dinheiro dado durante governo petista. Puro calote
BNDES pode sofrer semelhante operação da Lava Jato para desvendar recursos bilionários de empréstimos suspeitos e sem garantias algum. Exemplo disto: Cuba e vários outros países
26/12/2018 | 20:05
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O governo de Jair Bolsonaro (PSL), poderá intensificar logo de início um trabalho árduo em todas as frentes do governo, mas além da crise social, política, jurídica e econômica do Brasil, um aspecto deverá ter logo de início do governo focado na transparência dos empréstimos bilionários realizados pelo BNDES - Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico.

 

Durante por exemplo na gestão de governos do PT com Lula e Dilma Cuba foi beneficiado com US$ 40 milhões através do BNDES. Foi recursos destinados ao Porto de Mariel, em Cuba - próximo uns 40 quilômetros de Havana. Após seis meses de atraso no pagamento de parcela de junho de 2019; o BNDES formalizou o calote e pediu uma indenização de US$ 6,5 milhões ao Tesouro Nacional.

 

A União Federal é garantidora da operação por meio do Fundo de Garantia à Exportação (FGE). Ou seja, o BNDES poderá sofrer semelhante operação como ocorrera com a Petrobras e que virou a chamada Lava Jato.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar