Terça-Feira, 20 de Agosto de 2019
PGR pede e STF suspende viagem do senador corrupto Acir Gurgacz (PDT-RO) e CNJ abrirá Investigação de conduta de juiz e promotor
Em prisão domiciliar senador Acir Gurgacz (PDT-RO), recebe autorização da Justiça para viagem ao exterior, mas STF suspende em seguida viagem
27/06/2019 | 10:48
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

A Justiça do Distrito Federal - isto mesmo : a Justiça concedeu autorização para que o senador corrupto Acir Gurgacz (PDT-RO), possa viajar para o paraíso turístico de Aruba, no Caribe entre os dias 17 de julho a 03 de agosto. O senador Acir Gurcacz (PDT-RO), estava cumprindo pena de prisão domiciliar determinada pela Justiça Federal. O corrupto senador que deveria estar em prisão domiciliar cumprindo determinação inicial da Justiça, acabou sendo beneficiado pela Justiça do Distrito Federal para curtir férias num resort em Aruba. No Caribe.

 

As diárias no hotel em que o senador corrupto que responde processo na Justiça Federal a pedido da Procuradoria Geral da República (PGR), custa até R$ 4 mil reais e possui cassino além de vender bebidas alcoólicas. O senador Acir Gurgacz (PDT-RO); responde a processo por crime de uso de notas fiscais falsas para obtenção de dinheiro junto ao Banca da Amazônia ( cerca de R$ 525 mil). Em 2018, o senador Acir Gurgacz foi condenado pela Justiça Federal a 4 anos e 6 meses de prisão. Durante o dia o senador Acir Gurgacz mantém atividade no Senado Federal e à noite cumpriria prisão domiciliar.

 

PGR solicita e STF cumpre suspensão de viagem do corrupto ao Caribe. E mais ainda: STF pede ao CNJ que investigue juiz e promotor

Após imediata repercussão da decisão da Justiça do Distrito Federal em conceder autorização para que o senador corrupto que está em prisão em regime domiciliar Acir Gurgacz (PDT-RO), em viajar para o paraíso turístico de Aruba, no Caribe; entre os dias 17 de julho a 03 de agosto próximo; a Procuradora Geral da Repúlica (PGR), Raquel Dodge, solicitou ao Supremo Tribunal Federal (STF) através do presidente desta Corte Superior de Justiça ministro Alexandre de Moraes para que suspendesse de imediato a viagem do senador Acir Gugarcz (PDT-RO). E o ministro do STF Alexandre de Moraes atendeu a este pedido da PGR e suspendeu ontem mesmo a viagem do senador e mais ainda: requereu ao Conselho Nacional de Justiça - CNJ para que investigue de imediato o juiz e o promotor que tomou tal iniciativa vergonhosa e ridícula ao conceder a viagem do corrupto senador Acir Gugarz (PDT-RO), o qual deve cumprir a prisão domiciliar ao invés de promover viagem turística ao exterior. O senador Acir Gurgacz deverá entregar o passaporte à Jutiça.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar