Domingo, 15 de Setembro de 2019
Presidente Jair Bolsonaro (PSL), autorizou a inviolabilidade de bagagens diplomáticas nas comitivas presidenciais
Inviolabilidade de bagagens diplomáticas nas comitivas presidenciais acaba com chances de práticas criminosas como a ocorrida em Sevilha
01/07/2019 | 1:09
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

Uma decisão presidencial da gestão do presidente Jair Bolsonaro (PSL), em acabar com a inviolabilidade de bagagens diplomáticas em viagens de comitiva presidencial a fim de garantir plena segurança em voos mesmo ao exterior, fez com que tal decisão pudesse levar à prisão em Sevilha, na Espanha, dias atrás do sargento da Força Aérea Brasileira - FAB, que desembarcava em Sevilha onde deveria seguir viagem com a comitiva do presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), que viajava rumo ao Japão com escala em Sevilha, Lisboa até chegar ao Japão para o encontro de representantes do Grupo G-20. Diante do ocorrido co a prisão do terceiro sargento da FAB Manoel Silva Rodrigues, portando naquela ocasião 39 quilos de cocaína na bagagem; a comitiva presidencial seguiu de Sevilha em outro avião direto para o Japão.

 

Manoel Silva Rodrigues foi preso por autoridades da Espanha assim que desembarcou no aeroporto de Sevilha. A cidade espanhola de Sevilha é mundialmente conhecida por tradição de touradas com algumas praças que atraem milhares de turistas durante todo o período do ano. Literalmente com a prisão do militar da FAB como denominado pelo vice-presidente da República Hamilton Mourão, destacando que o portador da droga fazia o trabalho denominado no meio do tráfico de drogas como sendo uma " mula qualificada (sic) " ; se contrapondo na região das touradas onde uma " mula " foi detida e poderá ficar até 15 anos na prisão. A FAB vai investigar profundamente como ocorreu a falha em que fez com que ocorresse este episódio que como disse o próprio presidente da República Jair Bolsonaro (PSL), prejudicou a imagem do Brasil e lamentou: " lamento que não foi na Indonésia ", referindo-se ao caso ocorrido alguns anos atrás em que um brasileiro foi preso ao entrar naquele país portando alguns quilos de cocaína , foi preso e sentenciado à morte por autoridades da Indonésia.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar