Quinta-feira, 16 de Setembro de 2021
Genocídio Cultural contra crianças indígenas da nação Ktunaxa no Canadá é descoberto após escavações perto de um colégio
Genocídio cultural contra crianças indígenas da nação Ktunaxa no Canadá é descoberto após escavações perto de um colégio
01/07/2021 | 18:07
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

A Conferência Canadiana de Bispos Católicos revelou nesta semana que o Papa Francisco concordou em promover uma reunião em dezembro com os sobreviventes indígenas das escolas residenciais do Canadá, para se desculpar do papel da Igreja Católica nos abusos e mortes de crianças e adolescentes ocorridas entre os anos de 1912 e 1970, junto as escolas residenciais na comunidade Lower Kootenay, da nação Ktunaxa. no Canadá. As investigações tiveram início em 2020 e localizou com recurso a geo- radares, num local perto à antiga escola, administrada naquele período pela Igreja Católica, em nome do Estado canadiano. Escavações junto a uma antiga escola de indígenas em British Columbia, no Canadá, puseram a descoberto 182 túmulos não identificado, sendo a terceira descoberta deste gênero no espaço de um mês. A Comunidade indígena Lower Kootenay anunciou a descoberta de 182 túmulos perto do antigo colégio St. Eugene, em British Columbia - província mais ocidental do Canadá. Todas as crianças indígenas, entre os sete e os 15 anos foram obrigadas por lei ( na época ) no Canadá; a frequentar escolas em regime de internato sendo que muitas destas crianças e adolescentes indígenas recebera tratamentos cruéis incluindo, inclusive, abusos sexuais e por vezes fatais, destacou a comunidade na nota divulgada à Imprensa.

Um verdadeiro genocídio cultural que marcou página inaceitável e imperdoável


Um verdadeiro genocídio, criminoso e que passados mais de um século leva as instituições tanto da Igreja Católica; Anglicana, Unida e o governo do Canadá à pedirem " desculpas ", segundo a nota. Infelizmente desculpas é pouco: deveria haver penalização por parte da Justiça e indenizações às comunidades indígenas atingidas pelos crimes e atrocidades praticadas. Na semana passada; um cemitério com sepulturas anônimas de 751 pessoas foi encontrado junto a um antigo colégio para crianças indígenas na região de Saskatchewan e que surgiu esta localização apenas apenas um mês depois de ter sido encontrada uma vala comum com restos mortais de 215 crianças indígenas em Kamloops, British Columbia (Canadá). O pedido de desculpas é uma das 94 recomendações da Comissão de Verdade e Reconciliação , muito embora a conferência do bispos do Canadá tenham referido em 2018 que o Papa Francisco não poderia desculpar pessoalmente pelas escolas residenciais. Já em 2009, o Papa emérito Bento XVI havia se encontrado com vários ex-alunos e vítimas, manifestando naquela ocasião sua angústia pessoal pelo sofrimento. O governo do Canadá apresentou formalmente as desculpas pela prática e pelos abusos em 2008, assim como fizera também as igrejas Presbiterana; Anglicana e Unida.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2021 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar