Terça-Feira, 30 de Novembro de 2021
Facebook; Instagram e WhatsApp ficam fora do ar em todo o mundo
Facebook; Instagram e WhatsApp ficam fora do ar. Interrupção ao uso destas ferramentas trouxe preocupação mundial
05/10/2021 | 10:32
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O Facebook; Instagram e o WhatsApp ficaram fora do ar em todo o mundo à partir das 13 h ( horário de Brasília); aproximadamente durante a segunda-feira (04). A pane global gerou graves problemas econômicos em todo o planeta. Esta interrupção destes aplicativos que pertencem ao Facebook, ocorreu após um dia uma mulher norte americana ir à uma Tevê dos Estados Unidos e revelar sua identidade após vazamentos de documentos para autoridades, alegando que o Facebook de que suas plataformas estavam alimentando ódio e prejudicando a saúde mental de crianças e adolescentes. Um porta-voz o Facebook pediu desculpas pelo " inconveniente ", referindo-se à interrupção, pane com o WhatsApp; Instagram e do Facebook. Apenas o Twitter permanecera no ar.

 

A era da Internet pode estar perto do fim

A internet tem sido fundamental, essencial no mundo da era da Tecnologia de Informação (TI), mas uma possibilidade real futura e não se sabe exatamente em que ano ou década; poderá ocorrer, mas já é notoriamente levantado esse debate mundial sobre os grandes riscos de que uma pane mundial na Internet provoque danos imagináveis, incalculáveis seja economicamente ou socialmente diante a uma possível ausência imediata ao uso da tecnologia de informação (TI) e todo o mundo.

 

Seja por decorrência de efeitos climáticos; seja por questões de interferências de ondas eletromagnéticas oriundas do Sol diante das mudanças do espectro Solar e das rajadas de ondas de rádio que surgem de outras galáxias e que poderão afetar os satélites utilizados por vários países do mundo. As chamadas Rajadas Rápidas de Rádio, ( Fast Radio Bursts , em inglês) já são estudadas e gerando preocupações diante os mistérios destas ondas. de curta duração. Trata-se de um fenômeno astrofísico que consiste em pulsos de ondas de rádio de curta duração - milésimos de segundos - porém, bastante potentes e que vem aumentando paulatinamente na medida que passam os anos. estas primeiras FRBs foram descobertas em 2007, em um arquivo de um telescópio australiano. Astrônomos de vários países estudam este fenômeno.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2021 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar