Sexta-feira, 06 de Dezembro de 2019
Prefeito de Lages Elizeu Mattos (PMDB) é preso
Prefeito de Lages,SC, Elizeu Mattos (PMDB), foi preso. Uma quadrilha atuava na prefeitura de Lages e foi descoberta pela Operação Águas Limpas, do GAECO.
06/12/2014 | 2:45
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O Ministério Público através de investigações com o GAECO, descobriu um esquema de desvios financeiros e um propinoduto milionário na prefeitura de Lages, na Serra Catarinense. O prefeito Elizeu Mattos (PMDB), foi preso e já está numa cela do Sexto Batalhão da Polícia Militar- BPM de Lages.

 

Elizeu Mattos (PMDB), foi preso em Florianópolis,SC, na manhã desta última sexta-feira,05. Outras seis pessoas com cargos comissionados e ligados ao prefeito Elizeu também foram presas. Antes disto, o motorista de Elizeu Mattos e um secretário além de dois empresários também já haviam sido presos.

 

A Justiça determinou a cassação do cargo de prefeito e o vice-prefeito Toni Duarte (PPS), assumiu a prefeitura na sexta-feira,05, em sessão realizada na Câmara Municipal de Lages,SC. Há suspeitas de que somente o prefeito Elizeu Mattos tenha recebido cerca de R$ 3 milhões em propinas.

 

A empresa Viaplan, de Curitiba (PR), foi beneficiada num esquema bem articulado e de forma irregular manter serviços à prefeitura de Lages através da SEMASA, na área de saneamento básico e rede d´água.


Repercussão política e administrativa mobilizou Lages nesta última sexta-feira,05

O Ministério Público do Estado de Santa Catarina, havia apresentado nesta semana um denúncia ao Tribunal de Justiça do Estado de Santa Catarina -TJ/SC contra os envolvidos na Operação Águas Limpas, em Lages,SC. Uma atuação do GAECO - Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas, investigou e acabou prendendo num só dia o motorista oficial do prefeito de Lages Elizeu Mattos (PMDB); um ex-secretário municipal e dois empresários da Viaplan, de Curitiba (PR).

 

Tanto o motorista quanto o ex-secretário municipal da Secretaria Municipal de Águas e Saneamento- SEMASA continuam detidos no Presídio Regional de Lages. Agora, com a prisão do prefeito Elizeu Mattos (PMDB), sendo que outras seis pessoas que atuam na prefeitura de Lages e denunciadas neste escândalo da Operação Águas Limpas, tiveram que deixar seus cargos à pedido da Justiça. Lages,SC, teve um dia muito movimentado diante da repercussão política e administrativa com a prisão do prefeito Elizeu Mattos (PMDB).


Propinas à quadrilha em Lages pode chegar a cerca de R$ 4 milhões num só ano

As propinas somente por parte da empresa Viaplan, de Curitiba (PR), poderá chegar próximo de R$ 4 milhões em apenas um ano, ou seja, no período de janeiro a novembro de 2013. A Justiça apurou nas investigações que o prefeito de Lages Elizeu Mattos (PMDB), tenha recebido cerca de R$ 3 milhões. A prefeitura de Lages pagou cerca de R$ 18 milhões à empresa Viaplan, de Curitiba (PR).

 

As investigações do GAECO foi levadas pelo Ministério Público ao Tribunal de Justiça e constam supostos pagamentos de propinas na ordem de mais de 10% neste esquema criminoso administrativo na prefeitura de Lages. O processo está em "Segredo de Justiça". Há cerca de 20 dias atrás ocorreu a prisão de quatro pessoas nesta Operação Águas Limpas, do GAECO. Agora, nesta última quinta-feira e sexta-feira, respectivamente, outras seis pessoas foram presas pelo GAECO em Lages.

 

São algumas pessoas com cargos comissionados ligados diretamente ao prefeito Elizeu Mattos (PMDB). Inicialmente quando estorou o escândalo em Lages; há quase vinte dias atrás, foi preso Antonio Carlos Simas (Toninho)- motorista do prefeito de Lages Elizeu Mattos (PMDB),. Toninho foi pego em flagrante pela polícia com uma mala contendo R$ 160 mil.

 

A prisão ocorreu em meados de novembro no bairro Conta Dinheiro. Numa coletiva à Imprensa na época, Elizeu Mattos (PMDB), assegurou que não tem nenhum envolvimento no caso e que tomou as medidas cabíveis logo de imediato, ou seja, exonerando dos cargos os dois servidores envolvidos, ou seja, o seu motorista e o então secretário municipal da SEMASA. Agora, nesta semana, na manhã de sexta-feira,05, o prefeito de Lages Elizeu Mattos (PMDB), foi preso em Florianópolis pelo GAECO e retornou sob escolta policial até Lages onde foi encaminhado à uma cela no Sexto Batalhão da Polícia Militar onde deverá permanecer por cerca de 6 meses.

 

A Justiça determinou a cassação imediata do cargo do prefeito Elizeu Mattos (PMDB). O vice-prefeito Toni Duarte (PPS), assumiu o cargo do executivo em sessão realizada na sexta-feira, na Câmara Municipal. Na Câmara Municipal de LAGES foi aberta duas CPIs- Comissão Parlamentar de Inquérito, uma para apurar o escândalo que levou à prisão o prefeito de Lages Elizeu Mattos (PMDB) e outra para apurar supostos desvios milionários na SEMASA - Secretaria Municipal de Águas e Saneamento desde a sua criação.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2019 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar