Sábado, 18 de Agosto de 2018
Ficha Limpa e sujeira do STF
STF lava as mãos no combate a corrupção e controle de contas públicas. TCEs e OAB são contra decisão
19/08/2016 | 15:36
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O Supremo Tribunal Federal - STF ao decidir que caberá aos legislativos municipais aprovar ou não as contas públicas municipais como determinava a Lei da Ficha Limpa; mostra ao povo brasileiro que o STF não interessa mais o assunto do combate a corrupção no país. Ou seja, o STF cujo papel deve manterem relação à Justiça no país, especialmente no combate a corrupção, facilita desta forma que haja menor controle social nas questões administrativas do país.

 

Ao liberar o controle de aprovação ou não das contas públicas municipais, o STF rejeita a participação dos Tribunais de Contas Estaduais - TCEs- os quais vem há décadas realizando este papel de controle e fiscalização das contas públicas em todo o país.

 

Auditores dos TCEs e OAB são contra decisão do STF

São mais de 300 mil auditores no país, promovendo o trabalho de fiscalização e controle de contas públicas. Com esta decisão do STF em dar este papel fiscalizatório e de aprovação para as Câmaras Municipais; determina de vez a inoperância destes 300 mil auditores dos TCEs. Como há históricas suspeitas da maneira de atuação da classe política no protecionismo político e partidários em todo o país; imagina-se a amplitude de práticas equivocadas e que prejudicam a sociedade de maneira em geral no país. A Ordem dos Advogados do Brasil - OAB e TCEs já manifestam contrariedade nesta decisão do Supremo Tribunal Federal -STF.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2018 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar