Sábado, 21 de Outubro de 2017
STJ decide quebra de sigilo telefônico do governador de SC Raimundo Colombo (PSD)
STJ autoriza a quebra de sigilo telefônico de Raimundo Colombo (PSD), dois ex-secretários e mais dois delatores da Odebrecht
06/06/2017 | 2:19
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O Supremo Tribunal de Justiça (STJ), decidiu nesta última segunda-feira,05, a quebra de sigilo telefônico do governador de Santa Catarina Raimundo Colombo (PSD), - " Ovo " na Lava Jato, mais os ex-secretários de Estado da Fazenda Antônio Gavazzoni e o de Comunicação Ênio Branco, além dos ex-executivos da Odebrecht Fernando Reis e Paulo Roberto Welzel que afirmaram à Justiça Federal através de delação premiada que a Odebrecht repassou de forma ilícita R$ 17,1 milhões para a campanha de Raimundo Colombo (PSD).

 

O objetivo da quebra de sigilo telefônico é identificar a comunicação entre Raimundo Colombo (PSD), o "Ovo" da Lava Jato; intermediários neste caso os ex-secretários de Estado de Santa Catarina no governo de Colombo; e mais os dois ex-executivos da Odebrecht. A decisão do STJ foi do ministro Luis Felipe Salomão.  A quebra de sigilo telefônico é do período de 2 de junho de 2012 a 28 de fevereiro de 2015. À imprensa, o governador Raimundo Colombo (PSD), assegurou que "apoia totalmente" a decisão do ministro Salomão, do STJ. Colombo (PSD), aparece na lista de planilhas investigadas pela Operação Lava Jato como o codinome de "Ovo".

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2017 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar