Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017
Gilmar Mendes livra Temer de cassação no TSE
Michel Temer (PMDB), escapa pelo TSE, mas roubalheira e formação de organização criminosa vai levar Temer à cassação, segundo a PGR
10/06/2017 | 4:13
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE), livra tanto a ex-presidente Dilma Rousseff (PT) quanto o presidente Michel Temer (PMDB), de cassação diante da votação por 4 a 3 votos. Entretanto; as denúncias contra o presidente da República Michel Temer (PMDB), continuarão sendo julgadas pelo Superior Tribunal Federal (STF), segundo pedido da Procuradoria Geral da República- PGR. Foram quatro dias de debates e o julgamento saiu no final da tarde de última sexta-feira,09, quando quatro ministros votaram favorável à não cassação de Temer enquanto outros três ministros do TSE votaram pela cassação da chapa Dilma (PT) e Temer (PMDB), eleitos em 2014.

 

Corrupção; lavagem de dinheiro; propinas bilionárias; caixa 2 de campanha política foram soterradas nesta votação pelo Tribunal Superior Eleitoral quando quatro ministro seguiram favorável à não cassação da chapa Dilma Rousseff (PT) e Michel Temer (PMDB). Agora, as novas nuances visando a cassação do presidente da República Michel Temer (PMDB), o mafioso que juntamente com Dilma Rousseff (PT) e asseclas aliados corruptos formaram a maior e pior quadrilha de corruptos na história deste país. São centenas de bilhões saqueados de forma ilícita dos cofres públicos deste país. provas robustas estão tanto com a Polícia Federal quanto com o Ministério Público Federal e com a Procuradoria Geral da República.

 

Delações bombásticas vão tirar Michel Temer da presidência da República

Outras delações premiadas estão à caminho como a do então ex-ministro da Fazenda Antônio Palocci (PT) e de dezenas de outros mafiosos- alguns já presos como o caso do operador do ex-deputado federal Eduardo Cunha (PMDB), Lúcio Funaro (preso há meses) e que deverá fazer a delação bombástica envolvendo fraudes bilionárias junto a Caixa Econômica Federal (CEF); e do submundo do PMDB e da JBS, dentre outros esquemas criminosos investigados pela Polícia Federal. Votaram pela cassação da chapa Dilma - Temer os seguintes ministros do TSE: Luiz Fux; Rosa Weber e o relator ministro Herman Bejnamin. Votaram pela não cassação da chapa os ministros Admar Gonzaga; Napoleão Nunes Maia; Tarcísio Vieira e Gilmar Mendes que deu o voto de desempate e que livrou Michel Temer (PMDB) de ser cassado eleitoralmente. Dilma já sofrera o Impeachement. Vale destacar que os ministros do TSE Tarcísio Vieira e Admar Gonzaga foram indicados pelo presidente Michel Temer (PMDB) e que ainda figurou como advogado de Dilma Rousseff (PT). Esta relação foi comprometedora haja visto que a votação favorável à Dilma e Temer neste julgamento pelo TSE; ficou evidenciado e chegara até ser observada durante este julgamento do TSE. A suspeição desta votação pelo TSE deixará uma lacuna negativa ímpar na história deste país.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2017 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar