Segunda-Feira, 23 de Outubro de 2017
STF aprova denúncia da PGR contra mafioso Michel Temer (PMDB)
STF por maioria decide enviar denúncia da PGR à Câmara Federal contra o mafioso Michel Temer (PMDB)
21/09/2017 | 12:53
Postado por: Destaque Catarina
A- A+

O Supremo Tribunal Federal (STF), aprovou envio da denúncia da Procuradoria Geral da República (PRG), contra o mafioso presidente da República Michel Temer (PMDB)- ex-aliado dos governos de Dilma Rousseff e Lula, ambos do PT.

 

Por 7 votos a 1 o STF decidiu na última quarta-feira (20), enviar esta que já é a segunda denúncia da PGR contra o mafioso e corrupto presidente da República Michel Temer (PMDB), considerado um dos principais líderes do "quadrilhão do PMDB". A sessão do STF que aprovou a medida do envio da denúncia para a Câmara dos Deputados onde atuam centenas de mafiosos e corruptos envolvidos em desvios de bilhões de recursos públicos e formação de quadrilhas e organizações criminosas; foi realizada na última quarta-feira (20).

 

A nova Procuradora Geral da República Raquel Dodge, enviou um memorando ao STF uma hora antes do início desta sessão para reafirmar aos 11 ministros do STF sua posição a favor do envio da denúncia para a Câmara Federal contra Michel Temer (PMDB).

 

Justiça não dá trégua para mafiosos e corruptos no Brasil

A ação penal contra o mafioso e corrupto Michel Temer (PMDB)< é por organização criminosa e por obstrução da Justiça. São deprimentes e vergonhosas as ações de quadrilhas mafiosas corruptas diante dos desvios bilionários como mostram diversas investigações já realizadas pela Polícia Federal e pelo Ministério Público federal em que envolve principais políticos do Brasil. A roubalheira do dinheiro público é algo avassalador e que faz destas ações criminosas levar prejuízos incalculáveis para a sociedade brasileira.

 

O povo brasileiro em sua absoluta maioria sofre diante desta roubalheira do dinheiro público: faltam recursos em todas as áreas essenciais como da Saúde; Segurança Pública; Educação; Infraestrutura; Cultura; Meio Ambiente; Desenvolvimento e geração de Emprego e Renda. A máfia que atua no Brasil com estruturas super organizadas começa definhar-se a começar pelas principais siglas partidárias onde atuam centenas de mafiosos envolvidos em escândalos de corrupção e que respondem processos na Justiça.

 

Enquanto isto, no Rio de Janeiro a Justiça estabelece 45 anos de prisão para o ex-governador do Rio de Janeiro Sérgio Cabral (PMDB) e 18 anos e três meses para a mulher de Sérgio Cabral; Adriana Ancelmo. Cabral está preso desde novembro do ano passado. E, em Santa Catarina, mais precisamente em Rio do Sul (SC), a Justiça Eleitoral cassou nesta semana o mandato do prefeito José Thomé (PSDB) e do vice-prefeito Paulo Cunha (PSD).

 

A Justiça declarou Thomé inelegível a cargos públicos pelos próximos oito anos. Ambos vão recorrer desta decisão à Justiça Eleitoral (TRE/SC). José Thomé e Paulo Cunha permanecem nos cargos enquanto prossegue o processo à julgamento. Os dois são acusados por uso de recursos em forma de caixa 2 na campanha.

Comentários (0)
Seja o primeiro a comentar.
© 2010 - 2017 Jornal Destaque Catarina. Todos os direitos reservados
Encaminhe esta notícia
Seu nome
Seu e-mail
E-mail remetente
Comentário
Caracteres restantes

Enviar notícia
Reportar abuso
Seu nome
Seu e-mail
Seu telefone
Comentário
Caracteres restantes

Reportar abuso
Faça seu login!
Login
Senha
Permanecer conectado
Conectar